Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Banco dos Brics faz primeira emissão de títulos na África do Sul em moeda local

    Momento é de pressão para banco promover desdolarização

    Leilão atraiu R$ 700 milhões em lances
    Leilão atraiu R$ 700 milhões em lances REUTERS/Aly Song/File Photo

    Por Rachel Savage, da Reuters

    O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) fundado pelos países do Brics encerrou o leilão de seus primeiros títulos em rands sul-africanos (a moeda local da África do Sul) na terça-feira (16).

    Atualmente, o banco enfrenta pressão para aumentar a captação de recursos e empréstimos em moeda local.

    Os dois títulos do banco dos Brics – um de cinco anos no valor de 1 bilhão de rands (R$ 260 milhões) e outro de três anos a 500 milhões de rands (cerca de R$ 130 milhões) – atraíram 2,67 bilhões de rands (R$ 700 milhões) em lances.

    O ministro das Finanças da África do Sul disse que o NDB, que foi fundado para dar aos membros do Brics – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – mais controle sobre o financiamento do desenvolvimento, não estava concedendo empréstimos em moeda local o suficiente.

    A declaração foi dada em entrevista à Reuters antes da cúpula do bloco, que ocorre em Johanesburgo entre os dias 22 e 24 de agosto. O NDB não respondeu a um pedido de comentário sobre o leilão de títulos.

    A diretora financeira Leslie Maasdorp disse à Reuters em uma entrevista recente que o banco pretende aumentar os empréstimos em moeda local, a maioria até agora em yuan, de cerca de 22% para 30% até 2026, mas que havia limites para desdolarização.

    O mercado de títulos sul-africano tem enfrentado dificuldades nos últimos anos para atrair novos emissores para atender à crescente demanda de investidores domésticos em busca de ativos de crédito de qualidade.

    Veja também: Lula defende moeda única entre países do Brics