Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, divulga lucro operacional anual recorde

    Buffett chamou 2022 de um “bom ano” para a Berkshire em sua carta anual a acionistas, após lucro de US$ 30,8 bilhões

    Berkshire também aumentou seu caixa, fechando o ano com US$ 128,6 bilhões
    Berkshire também aumentou seu caixa, fechando o ano com US$ 128,6 bilhões Rick Wilking/REUTERS

    Por Jonathan Stempel, da Reuters

    A Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, divulgou neste sábado (25) seu maior lucro operacional anual de todos os tempos, apesar de perdas em moedas estrangeiras e ganhos menores de investimentos terem causado uma queda no lucro do quarto trimestre.

    Buffett chamou 2022 de um “bom ano” para a Berkshire em sua carta anual a acionistas, após as dúzias de negócios do conglomerado gerarem US$ 30,8 bilhões de lucro, apesar do crescimento da inflação e interrupções da cadeia de fornecimento, incluindo as geradas pela guerra na Ucrânia.

    A Berkshire também aumentou seu caixa, fechando o ano com US$ 128,6 bilhões.

    O conglomerado sediado em Omaha, no Nebraska, vendeu cerca de US$ 16,3 bilhões em ações no quarto trimestre e encontrou um valor melhor ao recomprar seus próprios papeis, recomprando US$ 2,6 bilhões no trimestre e US$ 7,9 bilhões em 2022 como um todo.

    Acionistas da Berkshire “confiam em nós para lidar com o dinheiro deles como se fosse nosso”, disse Buffett em sua carta. “E essa é uma promessa que podemos fazer”.

    O lucro operacional trimestral caiu 8%, para US$ 6,71 bilhões, ou US$ 4,596 por ação Classe A, de US$ 7,29 bilhões.