Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bradesco faz mudança na presidência e ações sobem

    Banco afirmou em fato relevante ao mercado que Lazari será indicado a um posto no conselho de administração do Bradesco

    Bradesco encerrou o terceiro trimestre com queda de 11,5% no lucro líquido
    Bradesco encerrou o terceiro trimestre com queda de 11,5% no lucro líquido 01/12/2021 - REUTERS/Dado Ruvic

    O Bradesco anunciou nesta quinta-feira (23) que seu conselho de administração aprovou a indicação de Marcelo de Araújo Noronha para o posto de presidente-executivo do grupo financeiro, em substituição a Octavio de Lazari Jr., o que fez suas ações dispararem quase 6%.

    O banco afirmou em fato relevante ao mercado que Lazari será indicado a um posto no conselho de administração do Bradesco.

    Lazari, 60, assumiu o comando do Bradesco em 2018. O executivo iniciou sua carreira no próprio banco em 1978. Noronha, 58, é atualmente vice-presidente do banco para operações de varejo, posto assumido em 2015.

    “A mudança tem o propósito de iniciar um ciclo de projetos e objetivos estratégicos robustos para os próximos anos”, afirmou o presidente do conselho de administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi, em comunicado do banco à imprensa.

    “O contexto de mercado é absolutamente desafiador, do ponto de vista da eficiência operacional, aumento da competitividade e ambiente regulatório”, acrescentou.

    O Bradesco encerrou o terceiro trimestre com queda de 11,5% no lucro líquido recorrente sobre um ano antes, carteira de crédito estável e atingindo o pico da inadimplência dos últimos períodos, mas vendo os próximos trimestres como de recuperação na margem financeira.

    Na ocasião de divulgação dos resultados de julho a setembro, Lazari afirmou que “o pior ficou para trás” e que os índices de inadimplência antecedente, de 15 a 90 dias, mostram redução para os próximos trimestres.

    O rival Itaú Unibanco, enquanto isso, teve alta de 12% no lucro líquido recorrente, com avanço na carteira de crédito e inadimplência quase estável.

    Segundo o Bradesco, a nomeação acatou recomendação do comitê de nomeação e sucessão do banco.

    Após o anúncio, os papéis preferenciais do banco chegaram a R$ 16,65, alta de 5,85%. Por volta de 10:30, as ações desaceleravam o ganho a 3,24%, a R$ 16,24, mas respondendo ainda pelo melhor desempenho do Ibovespa, referência do mercado acionário brasileiro, que subia 0,18%

    Até a véspera, os papéis acumulavam valorização de cerca de 11% em 2023.

    Veja também: Dólar fecha estável antes do feriado nos EUA