Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil terá 94 novos voos na alta temporada de verão, diz Ministério do Turismo

    São 13 destinos internacionais e 81 nacionais; maioria para as regiões Norte e Nordeste

    Novos voos nacionais são, em maioria, reforços para as regiões Nordeste e Norte. Mas, três novas rotas passarão a ligar destinos que não tinham voos regulares
    Novos voos nacionais são, em maioria, reforços para as regiões Nordeste e Norte. Mas, três novas rotas passarão a ligar destinos que não tinham voos regulares Diego Vara/Reuters

    Brenda Silvada CNN

    em Brasília

    O Ministério do Turismo anunciou nesta quarta-feira (25) que o Brasil terá 94 novos voos durante a alta temporada de verão. O período corresponde aos meses de dezembro e janeiro no país. São 13 destinos internacionais e 81 nacionais.

    Os novos voos nacionais são, em maioria, reforços para as regiões Nordeste e Norte. Mas três novas rotas, operadas pela Azul, passarão a ligar destinos que não tinham voos regulares: Linhares (ES), Araxá (MG) e Comandatuba (Salvador e Boipeba, na Bahia, também receberam voo regular pela Abaeté. Antes, esses locais só recebiam aeronaves particulares ou fretadas.

    Para fora do país, são divulgadas mais 13 rotas, ligando o Brasil à África do Sul, Estados Unidos, Chile, Peru, Uruguai e Argentina.

    As novas rotas fazem parte do programa “Conheça o Brasil: Voando” e foram anunciadas em evento com ministro Celso Sabino, representantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) e das companhias Azul, Gol, Latam, Voepass e Abaeté.

    “Este é mais um resultado da parceria do poder público com a iniciativa privada no sentido de proporcionar que mais brasileiros cheguem a destinos nacionais, que, cabe frisar, já são atendidos por outros voos. E significa, também, o aumento da conectividade aérea com outros países, permitindo, ainda, o reforço da chegada de estrangeiros ao território nacional”, afirmou Sabino.

    O transporte aéreo brasileiro registrou 7,6 milhões de passageiros transportados em setembro de 2023. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o número já é praticamente o mesmo alcançado em setembro de 2019, período pré-pandemia.

    Saiba quais são os novos voos nacionais

    A Azul contará com 43 rotas nacionais regulares de ida e volta em 17 estados, principalmente do Nordeste, com destaque para destinos de: Bahia, São Paulo, Alagoas, Rio Grande do Norte, Amazonas, Paraíba e Pernambuco.

    Além disso, três destinos que não contavam com aeronaves regulares passarão a receber os voos da Azul:

    • de Belo Horizonte (MG) para Linhares (ES);
    • de Araxá (MG) para Uberaba (MG); e
    • de Comandatuba (BA) para Campinas (SP).

    Já a Gol terá 33 novos voos a partir de 12 unidades federativas com destino a outras 15 UFs, entre as novidades estão as rotas:

    • de Belo Horizonte (MG) para Fortaleza (CE);
    • entre João Pessoa (PB) e Rio de Janeiro (RJ);
    • de Porto Alegre (RS) para Salvador (BA) e Vitória (ES);
    • de São Paulo (SP) para Maceió (AL), João Pessoa (PB) e Natal (RN).

    A Latam terá mais 11 voos partindo de oito estados para outros quatro: Amazonas, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo. Os destaques são as rotas:

    • do Rio de Janeiro (RJ) para Manaus (AM);
    • entre Natal (RN) e Recife (PE);
    • de Sinop (MT) para São Paulo (SP); e
    • de Porto Velho (RO) para Manaus (AM).

    A companhia Voepass terá novas rotas de ida e volta partindo dos estados de Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo, para Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Norte. Entre os novos voos estão:

    • de Fortaleza (CE) para Campina Grande (PB) e Mossoró (RN);
    • de Recife (PE) para Campina Grande (PB) e Natal (RN).

    Por fim, a Abaeté contará com um mais uma rota, ligando Salvador a Boipeba, ambos destinos da Bahia.

    Anteriormente, apenas aeronaves fretadas atuavam nessa rota.

    Saiba quais são os novos voos internacionais:

    Para fora do país, a Latam passa a oferecer seis novas ligações para Chile, Peru, Estados Unidos e África do Sul:

    • de Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e Florianópolis (SC) para Santiago, no Chile;
    • de Brasília (DF) para Lima, no Peru; e
    • de São Paulo (SP) para Los Angeles, nos Estados Unidos, e para Joanesburgo, na África do Sul.

    A Gol também vai operar sete novas rotas internacionais, conectando Argentina, Uruguai e Estados Unidos ao Brasil:

    • de Porto Seguro (BA), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG) para Buenos Aires, na Argentina;
    • do Rio de Janeiro (RJ) para Montevidéu, no Uruguai;
    • de Manaus (AM) para Miami, nos Estados Unidos; e
    • de Buenos Aires, na Argentina, para Fortaleza (CE) e Salvador (BA).

    Veja também: Aeroporto de Congonhas deve ter novo terminal até 2028