Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chocolates Pan leiloa fábrica, equipamentos e revistas Playboy para pagar credores

    Empresa, que tem dívidas que somam mais de R$ 260 milhões, teve falência decretada em fevereiro

    Imóvel da empresa está sendo oferecida com uma redução de 50% no valor aplicado, podendo ser arrematada pelo lance inicial de cerca de R$ 52 milhões
    Imóvel da empresa está sendo oferecida com uma redução de 50% no valor aplicado, podendo ser arrematada pelo lance inicial de cerca de R$ 52 milhões Reprodução/ Google

    Diego Mendesda CNN

    São Paulo

    A fábrica de chocolates Pan, famosas pelos “cigarrinhos” e “moedas” de chocolate, está leiloando toda a empresa, incluindo o prédio, máquinas e sucatas, com a finalidade de pagar os credores.

    A companhia, que somava dívidas de mais de R$ 260 milhões, teve falência decretada em fevereiro deste ano, depois de um processo de recuperação judicial que vinha desde 2017.

    Entre as opções disponíveis para lances estão alguns itens inusitados, como uma escultura de Nossa Senhora Aparecida, avaliada em R$ 50, e edições especiais da revista Playboy, também valendo R$ 50.

     

    Esta é a segunda fase do leilão da fábrica da Chocolates Pan, que começou nesta sexta-feira (1º). Devido à falta de interessados, o imóvel da empresa está sendo oferecida com uma redução de 50% no valor aplicado na primeira fase.

    A área poderá ser arrematada pelo lance inicial de cerca de R$ 52 milhões, com novo prazo até 15 de setembro.

    O comprador receberá o imóvel livre de qualquer débito. Com 10.432 metros quadrados, o prédio está localizado no bairro de Santa Paula, uma área nobre de São Caetano do Sul (SP).

    Outros itens, como máquinas, equipamentos e sucatas, também estão disponíveis em diferentes lotes no leilão.

    Os interessados podem participar por meio do site positivoleiloes.com.br, além de obter todas as informações e as regras do leilão.

    No site também estão disponíveis outros itens da massa falida da Chocolates Pan, que também estão em leilão.

    Veja também: Mercado aumenta projeção para o PIB deste ano