Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Desemprego é o que mais motiva trabalho autônomo no Brasil, mostra pesquisa

    Falta de renda levou 32% a trabalhar por conta própria; conclusão é da Sondagem do Mercado de Trabalho, feita pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV)

    Rachel Amorimda CNN

    Rio de Janeiro

    A necessidade de renda foi apontada como o principal motivo para as pessoas buscarem o trabalho por conta própria no Brasil, cujo mercado de trabalho é marcado pela informalidade.

    A conclusão é da Sondagem do Mercado de Trabalho, realizada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) de novembro a dezembro.

    De acordo com a pesquisa, a maior parte dos que optaram em trabalhar por conta própria teve como motivação o desemprego (32,1%), em segundo lugar a independência (22,9%) e depois, a flexibilidade de horário (13,6%).

    Motivação para virar autônomo
    Motivação para virar autônomo / CNN

    “Esse é um caminho natural, principalmente, nesse cenário que a gente já vem vivendo há muito tempo de uma crise muito longa de 2014 a 2016, um crescimento econômico muito fraco a partir de então, seguido dos impactos da pandemia. Esse cenário econômico complica um pouco a criação de vagas do mercado formal”, diz Rodolpho Tobler, economista do FGV/Ibre e um dos autores do estudo, ao CNN Money.

    O especialista ressalta também a independência como segunda razão mais frequente para a escolha do trabalho autônomo, correspondendo a 22,9% dos entrevistados. “Tem um percentual relevante das pessoas que precisa dessa independência e quer ter esse controle maior sobre sua ocupação”, diz.

    Renda maior puxa busca por independência

    O desemprego é citado com mais frequência pelos mais pobres (37,5%), que ganham até dois salários mínimos.

    Já os trabalhadores que ganham mais, acima de dois salários mínimos por mês, disseram optar pelo trabalho por conta própria em busca de “independência” (34,5%), e a outra parte quer “flexibilidade de horário” (20,4%).

    “O trabalhador por conta própria com a renda um pouco mais alta, acima de dois salários mínimos, que é minoria, tem como principal motivação para o trabalho autônomo a independência. O segundo principal fator é flexibilidade de horários”, destaca Tobler.

    Motivação para virar autônomo
    Motivação para virar autônomo / CNN

    Segundo os pesquisadores, esses dados indicam que parte da população trabalha por escolha, e outra parte por necessidade. Ao todo, 2 mil pessoas foram entrevistadas, numa amostra representativa da população em idade de trabalhar.

    O objetivo é investigar informações que não aparecem na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), principal fonte de informações sobre emprego e renda.

    *Com informações do CNN Money

    Leia também: O que faz um back-office e qual a importância para as empresas?