Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Wall Street fecha em alta, após sinais de avanço nas negociações do teto de dívida

    Às 11:46 (de Brasília), S&P 500 ganhava 0,35%, Dow Jones subia 0,36% e Nasdaq Composite avançava 0,28%

    Wall Street é onde se encontra a bolsa de valores de Nova York
    Wall Street é onde se encontra a bolsa de valores de Nova York graystudiopro1/Freepik

    Do Estadão Conteúdo

    As bolsas de Nova York fecharam em alta de mais de 1% nesta quarta-feira (17) após sinais de avanços nas negociações para solucionar o impasse sobre o teto da dívida.

    O índice Dow Jones encerrou o pregão com ganho de 1,24%, a 33.420,77 pontos; o S&P 500 subiu 1,19%, a 4.158,77 pontos; e o Nasdaq avançou 1,28%, a 12.500,57 pontos.

    Entre os destaques, Western Alliance saltou 10,19% e apoiou pares no setor financeiro, depois que o banco informou aumento na base de depósitos desde o final do primeiro trimestre. Na esteira, PacWest (+21,66%) e First Horizon (+5,76%) também se valorizavam. Goldman Sachs subiu 2,92%% e JPMorgan se elevou 3,07%.

    Investidores acompanharam ainda os desdobramentos das negociações para o teto da dívida nos Estados Unidos. No período da tarde, antes de viajar ao Japão para participar da cúpula do G7, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se disse “confiante” de que um acordo será firmado e evitará uma situação de calote. O presidente da Câmara dos Representantes, Kevin McCarthy, também demonstrou otimismo por uma resolução.

    As declarações ajudaram a acentuar os ganhos dos mercados acionários em Wall Street, diante da expectativa por uma solução a tempo. O Departamento do Tesouro estima que, se o teto não for elevado antes de junho, poderá ficar sem recursos para honrar obrigações financeiras.

    Para o Jefferies, as indicações de Biden e McCarthy sugerem que um acordo deve vir em breve. “Poderemos ver um anúncio de uma estrutura já no domingo, quando Biden retornar de sua viagem ao Japão para as reuniões do G7”, afirma.

    Entre outros destaques no pregão, Tesla avançou 4,41%, após o encontro anual de acionistas da montadora de veículos elétricos, no qual o CEO da empresa, Elon Musk, indicou que serão lançados dois novos veículos.