Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Galípolo e Aquino assinam termos de posse e assumem oficialmente diretorias do BC

    Enquanto Galípolo comandará a Diretoria de Política Monetária, Aquino fica da Diretoria de Fiscalização; ambos os nomes foram indicados pelo presidente Lula e chancelados pelo Senado Federal

    Galípolo e Aquino, novos diretores do Banco Central
    Galípolo e Aquino, novos diretores do Banco Central Arte CNN

    Danilo Moliternoda CNN

    Gabriel Galípolo e Ailton Aquino assinaram seus respectivos termos de posse na manhã desta quarta-feira (12) e, com isso, assumiram oficialmente diretorias do Banco Central (BC).

    Enquanto Galípolo comandará a Diretoria de Política Monetária do BC, Aquino fica à frente da Diretoria de Fiscalização. Os dois nomes foram indicados pelo presidente Lula e chancelados pelo Senado Federal.

    A assinatura dos termos, ocorrida em Brasília, foi confirmada pela equipe de comunicação do BC.

    A expectativa é de que Galípolo e Aquino possam ajudar o governo em seus esforços para “harmonizar” as políticas fiscal e monetária — esta última tocada pela BC.

    Os cargos têm mandatos de quatro anos, com possibilidade de uma recondução por igual período.

    Galípolo foi secretário-executivo de Fernando Haddad no Ministério da Fazenda (“número 2” da pasta) nos primeiros meses do ano e é visto como um homem de confiança do petista.

    Aquino, o primeiro negro a assumir uma diretoria do BC em quase 60 anos, é servidor da autarquia a mais de 25 anos e já ocupou o cargo de chefe dos departamentos de orçamento, execução financeira e contabilidade.

    Confira o currículo dos indicados ao BC

    Gabriel Muricca Galípolo

    Formação:

    • 2004: Graduado em Economia – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
    • 2008: Mestre em Economia Política – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

    Experiência profissional:

    • 2023: Secretário-executivo do Ministério da Fazenda
    • 2022: Pesquisador sênior no Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI)
    • 2022: Conselheiro na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP)
    • 2017 – 2021: CEO do Banco Fator
    • 2009 – 2022: Sócio-diretor da Galípolo Consultoria
    • 2007 – 2008: Diretor nas secretarias de Economia e Planejamento e dos Transportes Metropolitanos

    Ailton de Aquino Santos

    Formação:

    • 1997: Graduado em Ciências Contábeis – Universidade do Estado da Bahia (UFBA)
    • 2007: Graduado em Direito – Centro Universitário do Distrito Federal
    • 2000: Pós-graduado em Engenharia Econômica de Negócios – Fundação Visconde de Cairu
    • 2008: Pós-graduado em Direito, Estado e Constituição – Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central
    • 2010: Pós-graduado em Contabilidade Internacional – Fucape

    Experiência profissional:

    • 1998 – *: Inspetor de Fiscalização do Banco Central do Brasil
    • 2003 – 2009: Supervisor de Fiscalização do Banco Central do Brasil
    • 2008 – 2012: Chefe da Divisão (DAS-3) no Banco Central do Brasil
    • 2012 – 2015: Chefe Adjunto (DAS-4) no Banco Central do Brasil
    • *: Auditor-Chefe (DAS-5) do Banco Central do Brasil
    • *: Atual Chefe do Departamento de Contabilidade Orçamento e Execução Financeiro no do Banco Central do Brasil

    O currículo de Aquino enviado ao Senado não especifica com precisão o período em que exerceu os cargos.