Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ações da Rivian caem após empresa anunciar recall de quase todos seus veículos

    Empresa recolheu cerca de 13 mil veículos devido a um possível prendedor solto que poderia fazer os motoristas perderem o controle da direção

    Picape elétrica Rivian R1T é mostrada na Times Square, Nova York
    Picape elétrica Rivian R1T é mostrada na Times Square, Nova York Bing Guan / Bloomberg / Getty Images

    ReutersAgência Estado

    As ações da Rivian Automotive caíram 7,28%, para US$ 31,48, nas negociações em Nova York nesta segunda-feira (10) depois que a empresa anunciou que faria o recall de quase todos os seus veículos para resolver um problema potencial que poderia afetar o controle da direção.

    A empresa apoiada pela Amazon recolheu cerca de 13 mil veículos na sexta-feira (7) devido a um possível prendedor solto que poderia fazer os motoristas perderem o controle da direção.

    A Rivian começou a vender seus veículos elétricos no terceiro trimestre de 2021 e até agora entregou 13.198 unidades.

    “Temos maiores preocupações com as expectativas de produção para 2023”, disse a RBC Capital Markets em nota. A adição de baterias e motores e o tempo de inatividade necessário para aumentar a capacidade podem atrapalhar o ritmo de produção da Rivian, acrescentou a RBC.

    Embora o amplo recall possa prejudicar a marca e causar problemas persistentes de credibilidade para a produção futura, a Wedbush Securities afirmou não acreditar que o recall afeta as metas de produção ou entrega da Rivian para o ano.

    As ações da empresa atingiram a mínima em mais de um mês, caindo 67% neste ano.

    Em março, a empresa cortou sua previsão de produção para 2022 pela metade, para 25 mil veículos, devido a problemas na cadeia de suprimentos.

    Os analistas de Wall Street esperam que a Rivian fabrique 23.590 veículos este ano, de acordo com a Visible Alpha.

    Um tribunal na Geórgia, onde a Rivian está montando uma fábrica de 5 bilhões de dólares, rejeitou na semana passada uma proposta conjunta do governo do Estado e da empresa, que envolveria um incentivo de 1,5 bilhão de dólares para o projeto.