Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Jeff Bezos deixará de ser CEO da Amazon após 27 anos no cargo

    Andy Jassy, atual CEO da AWS vai assumir a empresa no terceiro trimestre de 2021. Após a transição, Bezos fará parte do Conselho de Administração

    Leonardo Guimarães,

    do CNN Brasil Business, em São Paulo

    Após 27 anos, Jeff Bezos vai deixar o comando da Amazon. A empresa anunciou nesta terça-feira (2) que Andy Jassy, atual CEO da AWS (Amazon Web Services) vai assumir a empresa no terceiro trimestre de 2021. 

    Após a transição, Bezos fará parte do Conselho de Administração da empresa. “No papel de presidente do conselho, pretendo focar minhas energias e atenção em novos produtos e iniciativas”, disse o executivo em comunicado. 

     

    Jeff Bezos
    Jeff Bezos, fundador e presidente da Amazon
    Foto: Divulgação

    Jeff Bezos fundou a Amazon em 1994 e transformou a livraria online em uma gigante do varejo, que vende todo tipo de produto. A força da empresa está nos dados. A varejista consegue usar as informações dos clientes para oferecer as melhores ofertas para cada um. 

    Hoje, porém, a maior parte do lucro (52%) da Amazon vem de seu braço de computação em nuvem, a AWS. É de lá que vem o sucessor de Bezos. Sobre o Andy Jessy, o fundador da Amazon disse que ele é “muito conhecido na empresa e está na Amazon desde o início. Ele será um ótimo líder e tem minha confiança”.

    O segundo homem mais rico do mundo tem outros projetos, além da Amazon. Ele comprou o jornal The Washington Post, fundou o Bezos Earth Fund, o Amazon Day One Fund e a Blue Origin, que promete levar a primeira mulher à superfície da Lua. 

    Trajetória de sucesso 

    A Amazon foi criada em 1994, depois que Bezos já havia fundado uma startup de telecomunicações. Depois de o Supremo Tribunal dos Estados Unidos decidir que empresas de e-commerce não pagariam impostos sobre vendas nos estados onde não tinham presença física o caminho estava livre para a venda de livros online. 

    O negócio cresceu rápido e em 1999 a Amazon já tinha receita de US$ 1,6 bilhão com vendas anuais. Depois, a empresa ainda mudou a forma de consumir livros com o lançamento do Kindle.

    Hoje, como sabemos, a Amazon vende de carregador de celular a geladeiras. A empresa também passou a investir em supermercados e já faz algumas entregas com robôs em projetos que ainda estão em fase de testes. Delivery via drone também é um sonho antigo de Bezos, que está cada vez mais próximo de se tornar realidade – segundo ele, isso só depende de uma mudança na legislação dos Estados Unidos. 

    Em 2006 veio o anúncio da criação da Blue Origin, que operava “escondida” desde 2000. Hoje, a empresa disputa um contratto da NASA para financiar a construção de sondas lunares para levar astronautas à Lua em 2024.