Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Lucro da Time for Fun cresce 89% no trimestre com turnê de Taylor Swift no Brasil

    Abertura de vendas da turnê “Taylor Swift | The Eras Tour”, em junho e resultaram em 6 datas esgotadas

    Empresa brasileira divulgou os resultados na madrugada desta quinta-feira (10)
    Empresa brasileira divulgou os resultados na madrugada desta quinta-feira (10) 04/02/2024 - REUTERS/Mario Anzuoni

    Iasmin PaivaJoão Nakamurada CNN*

    São Paulo

    O lucro líquido da Time for Fun (T4F) cresceu 89%, para R$ 16,3 milhões, no segundo trimestre de 2023 na comparação com o mesmo período do ano passado. O destaque, segundo a empresa, foi a venda de ingressos para a turnê Taylor Swift no Brasil.

    Segundo dados divulgados pela empresa nesta quinta-feira (10), o lucro bruto, que é o resultado operacional da empresa antes da dedução de impostos e encargos, foi de R$ 32,3 milhões, contra R$ 22,3 milhões registrados no mesmo período do ano anterior, um aumento de 45%.

    O resultado, ainda segundo a demonstração de resultados da companhia, se deve a dois fatores:

    • A abertura de vendas da turnê “Taylor Swift | The Eras Tour” no Brasil; e
    • O resultado positivo da segunda edição do Festival Turá São Paulo.

    Além disso, a expansão de 11,7 ponto percentual na margem bruta da T4F se deve ao mix de receitas, “com maior representatividade de taxas de conveniência e patrocínio pela venda antecipada de ingressos para os shows da Taylor Swift”.

    The Eras Tour

    Anunciada em novembro de 2022, a turnê “The Eras Tour” é a sexta da cantora e compositora norte-americana Taylor Swift.

    Segundo a cantora, a turnê é “uma jornada pelas eras musicais da minha carreira (tanto passado quanto presente!)”.

    “The Eras Tour” encerrou sua passagem nos Estados Unidos na última quarta-feira (9) e agora segue para o México. Durante a turnê norte-americana, a cantora chegou a ser citada pelo Federal Reserve (Fed) por movimentar a economia do país.

    De acordo com relatório da unidade da Filadélfia do Banco Central dos EUA, a nova turnê da cantora impulsionou a recuperação do turismo na região devido à alta demanda por hospedagens.

    “O mês de maio foi o mais forte para a receita de hotéis na Filadélfia desde o início da pandemia, em grande parte por causa do afluxo de hóspedes durante os shows de Taylor Swift na cidade”, afirmou o Fed em relatório.

    Segundo dados da Forbes, cada show tem rendido US$ 10 milhões (cerca de R$ 49 milhões) para a cantora. Com esses números, no momento é a terceira turnê mais lucrativa da história, atrás apenas da ‘Divide’ de Ed Sheeran e ‘360’ do U2. Mas as expectativas são de que Taylor quebre os recordes de ambas, já que os números da América Latina e da Europa ainda não foram contabilizados.

    Estima-se que “The Eras Tour” supere US$ 1 Bilhão (cerca de R$ 4,9 bilhões), o que faria de Taylor a primeira artista a atingir este faturamento em bilheterias.

    Passagem no Brasil

    Após a passagem da turnê pelo México e pela Argentina, Taylor Swift pousa no Brasil em novembro.

    No começo de junho, os primeiros três shows foram anunciados para acontecer no Rio de Janeiro e em São Paulo.

    A venda de ingressos foi disputada. Além do rápido esgotamento online, a situação ficou polêmica nos pontos de venda físicos. Os swifties (título dado à comunidade de fãs da cantora) se aglomeraram em filas quilométricas que foram alvos até de operações policiais para prender cambistas.

    O Procon-SP chegou a informar que notificou a empresa T4F pedindo esclarecimentos sobre os problemas relatados na venda de ingressos. Depois do ocorrido, as filas passaram a ser mais organizadas para as datas extras, além de contar diariamente com vigilância da polícia.

    As datas extras foram anunciadas ao longo das últimas semanas de junho, totalizando seis shows da cantora no Brasil.

    As apresentações da “The Eras Tour” acontecerão nas seguintes datas e cidades:

    Dias 17, 18 e 19 de novembro – Rio de Janeiro (Estádio Nilton Santos)

    Dias 24, 25 e 26 de novembro – São Paulo (Allianz Parque)

    Os ingressos variaram entre R$190,00 e R$1.050 em São Paulo, e entre R$ 240 e R$ 950 no Rio de Janeiro. A turnê ainda conta com um pacote VIP que chega a até R$2.250. Todas as datas contam com Sabrina Carpenter como convidada especial.

    Veja também: Turnê da Taylor Swift alavanca economia dos EUA


    *Sob supervisão de Dimalice Nunes