Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Aneel realiza leilão de transmissão recorde nesta sexta, com R$ 21,7 bi em investimentos

    Serão negociados nove empreendimentos, que totalizam mais de 4,4 mil quilômetros em linhas de transmissão; segundo estimativa, gerará quase 37 mil empregos

    Torres de transmissão de energia elétrica no Pará
    Torres de transmissão de energia elétrica no Pará 30/03/2010REUTERS/Paulo Santos

    Danilo Moliternoda CNN

    São Paulo

    A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) realiza nesta sexta-feira (15), na sede da B3 em São Paulo, o segundo leilão de transmissão de energia de 2023. As linhas negociadas somam R$ 21,7 bilhões em investimentos — cifra recorde.

    Serão leiloados nove empreendimentos, que totalizam mais de 4,4 mil quilômetros em linhas de transmissão. Os prazos de construção variam entre 60 e 72 meses e, segundo estimativa, gerará quase 37 mil empregos.

    Os linhões leiloados passam por cinco estados do Brasil: Goiás, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo e Tocantins. Estes empreendimentos servem para transportar energia por longas distâncias e em alta tensão.

    Dentre os lotes leiloados, o trecho que envolve maiores montantes e complexidade técnica vai de Graça Aranha (MA) a Silvânia (GO). Essas linhas vão levar energia de fontes renováveis, como eólica e solar, gerada no Nordeste a outras localidades do país.

    O diretor-geral da Aneel, Sandoval Feitosa, afirmou em entrevista à CNN que o leilão ajudará a tornar o sistema brasileiro mais robusto e seguro contra eventos adversos, como apagões.

    “A realização de mais um leilão reforça a robustez e o crescimento contínuo do sistema. Continuamos interligando as regiões do país, exatamente para que tenhamos um sistema de transmissão cada vez mais robusto, interligado e seguro”, disse.