Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Após recuo em indicação de Mantega, ministro nega articulação do governo por Murilo Ferreira no comando da Vale

    Conselho de Administração deve se reunir na próxima sexta-feira (2) para tratar da sucessão na presidência

    Ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, durante entrevista coletiva em Brasília
    Ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, durante entrevista coletiva em Brasília 28/02/2023 REUTERS/Adriano Machado

    Da CNN

    Brasília

    O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, disse nesta quarta-feira (31) que o processo de escolha do presidente da Vale será conduzido pelos acionistas da empresa.

    À imprensa, Silveira negou que o governo esteja articulando a escolha de Murilo Ferreira, ex-CEO da Vale, para ocupar o posto na mineradora.

    “Eu não conheço [Murilo Ferreira] e só ouvi falar de nome. A Vale segue um caminho natural da sua governança e natureza jurídica, que tem seus investidores nacionais e internacionais, que escolhem de forma interna seus dirigentes”, afirmou.

    Na semana passada, após reação negativa do mercado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recuou da indicação do ex-ministro Guido Mantega.

    O Conselho de Administração da Vale deve se reunir na próxima sexta-feira (2) para tratar da sucessão na presidência da empresa.

    Segundo a analista Raquel Landim, da CNN, a ideia é abrir um processo de sucessão, conduzido por uma empresa de headhunter.