Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apps do Itaú ficam fora do ar nesta segunda-feira; banco diz que trabalha para resolver problema

    Clientes repercutem instabilidade nas redes sociais; ao tentar acessar as plataformas, usuários recebem mensagem de erro inesperado, e um aviso para que tentem acesso mais tarde

    Matheus Piovesana, do Estadão Conteúdo

    Os aplicativos do Itaú Unibanco estão fora do ar na manhã desta segunda-feira (7). O problema acontece tanto no aplicativo principal do Itaú quanto no do Iti, banco digital do conglomerado, e na plataforma Itaú Cartões, entre outros.

    Ao tentar acessar as plataformas, os usuários recebiam uma mensagem de erro inesperado, e um aviso para que tentassem acessá-las mais tarde.

    Procurado, o Itaú disse que trabalha para resolver o problema.

    “O Itaú Unibanco informa que está com instabilidade de origem interna em seus sistemas nesta segunda-feira (7). O banco ressalta que não houve ataque externo de qualquer natureza e que os dados dos clientes estão seguros. O Itaú pede desculpas aos clientes e parceiros pelo inconveniente e informa que os sistemas estão sendo restabelecidos gradualmente”, afirmou o banco em nota.

    Usuários do Twitter reclamavam, na manhã desta segunda, da indisponibilidade dos serviços. Parte deles indicavam especialmente o fato de este ser o quinto dia útil do mês — data na qual parte das pessoas recebem seus salários.

    O Downdetector, ferramenta que compila avisos de falhas em sites e aplicativos, registrava um pico de reclamações sobre o aplicativo do Itaú às 9h22 da manhã de hoje, com mais de 3,8 mil notificações.

    No caso do Iti, o pico foi às 9h35, com mais de 700 reclamações.

    Atualização: No início da noite desta segunda, o Itaú informou que o aplicativo para correntistas pessoa física foi restabelecido. Outros apps e canais estavam previstos para estarem totalmente disponíveis até às 19h. “O banco pede desculpas pelo inconveniente”, diz a nota.

     

    Veja também: Após Copom, projeção da taxa Selic cai para 11,75% ao ano em 2023