Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    EDP deve investir R$ 4,5 bi em distribuição de energia no Brasil até 2026

    Decreto do governo federal permitirá a renovação dos contratos de duas concessionárias no Espírito Santo e em São Paulo

    Decreto do governo brasileiro permitirá a renovação dos contratos de duas concessionárias
    Decreto do governo brasileiro permitirá a renovação dos contratos de duas concessionárias REUTERS/Rafael Marchante/File Photo

    Reuters da Reuters

    A companhia elétrica portuguesa EDP deverá investir R$ 4,5 bilhões no segmento de distribuição de energia no Brasil no período de 2024 e 2026, disse a empresa nesta segunda-feira.

    Em comunicado ao mercado, a EDP informou sobre a publicação do decreto pelo governo brasileiro que permitirá a renovação dos contratos de suas duas concessionárias de distribuição de energia, a EDP Espírito Santo e a EDP São Paulo, que somam uma base regulatória de ativos de R$ 7,9 bilhões e atendem mais de 3,8 milhões de consumidores.

    “Ambas as concessões apresentam indicadores de qualidade dos serviços e de solidez financeira compatíveis com os critérios estabelecidos pelo decreto, sendo empresas referência em qualidade de serviço no setor de distribuição brasileiro, principalmente em termos de baixa frequência (FEC) e duração média (DEC) da interrupção do serviço de distribuição de energia elétrica”, segundo o documento.

    A EDP Espírito Santo é a primeira de 20 distribuidoras a ter seu contrato vencendo, em 2025, e o decreto permite antecipar a renovação da concessão, disse a companhia portuguesa.

    “Este posicionamento reforça o compromisso, a visão e presença da EDP no país, através do seu investimento estratégico em redes de energia elétrica, em linha com o estabelecido na atualização do Plano Estratégico da EDP para 2024-2026”.