Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eve, da Embraer, diz estar “muito satisfeita” com desenvolvimento de aeronave elétrica eVtol

    Empresa concluiu recentemente testes do veículo de pouso e decolagem verticais em túnel de vento e com propulsor

    Eve quer iniciar operações com eVTOLs em 2026
    Eve quer iniciar operações com eVTOLs em 2026 Reuters/Brendan McDermid

    Por Gabriel Araujo, da Reuters

    A Eve, controlada pela Embraer, afirmou nesta sexta-feira (26) estar “muito satisfeita” com o desenvolvimento de sua aeronave elétrica à medida que avança nos testes do veículo de pouso e decolagem verticais (eVtol).

    Com o objetivo de iniciar operações com eVTOLs em 2026, a companhia concluiu recentemente testes em túnel de vento e com o propulsor.

    “Estamos muito satisfeitos com o desenvolvimento do programa até o momento e progredindo muito bem”, disse a vice-presidente de programas e operações da Eve, Alice Altíssimo, reiterando a meta de desenvolver uma “aeronave madura” para certificação e início de operações em 2026.

    Listada na Bolsa de Valores de Nova York em meados de 2022, a Eve espera concluir a seleção dos principais fornecedores de equipamentos no primeiro semestre e iniciar a montagem do primeiro protótipo de eVTOL no segundo semestre deste ano, seguido por uma campanha de testes em 2024.

    Altíssimo afirmou que a empresa está finalizando a definição da arquitetura dos sistemas da aeronave, com os novos ensaios tendo como objetivo aumentar a fidelidade do simulador de voo e do sistema de controle “fly-by-wire”.

    Entre os testes mais recentes estão o do propulsor em ambiente de ensaio, para análise do desempenho aerodinâmico e de propriedades sonoras, e o início da testagem dos rotores de elevação vertical da aeronave, segundo a empresa.

    Embora ainda não tenha iniciado produção, a Eve já possui uma carteira com cerca de 2.800 pedidos do eVTOL. United Airlines, SkyWest, Rolls-Royce, Thales e BAE Systems estão entre os investidores do projeto.