Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Faturamento da indústria cai novamente em março e emprego fica estável, diz CNI

    Em comparação com o mesmo mês de 2021, queda na vendas é de 6,4%, mas nível de emprego é maior

    Utilização da Capacidade Instalada recuou um ponto percentual, para 80,9%
    Utilização da Capacidade Instalada recuou um ponto percentual, para 80,9% Rebecca Cook

    Anna Russida CNN em São Paulo

    O faturamento com as vendas da indústria brasileira recuou 0,4% em março em relação a fevereiro. A queda sobe para 6,4% quando comparada com o mesmo mês do ano passado.

    Os dados são dos Indicadores Industriais, divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira (9). “É o segundo mês consecutivo de queda, acumulando recuo de 1,0%, após o crescimento de 2,6% registrado entre novembro de 2021 e janeiro de 2022”, diz a CNI.

    O documento também mostra o segundo mês consecutivo de estabilidade do emprego industrial. “Após a queda associada à pandemia, entre fevereiro e julho de 2020, o emprego apresentou uma recuperação consistente, acumulando 20 meses de crescimento ou estabilidade. Os primeiros três meses de 2022 consolidam a perda de ritmo da recuperação do emprego”, diz.

    Ainda assim, quando comparado a março do ano passado, o nível de emprego este ano é 2,7% maior. No mesmo período, as horas trabalhadas avançaram 4,1%. Por outro lado, o rendimento médio real dos trabalhadores do setor industrial recuou 1,6% ante março de 2021.

    A Utilização da Capacidade Instalada recuou um ponto percentual, para 80,9%.