Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Incertezas fiscais e decisão do Copom fazem taxas de juros operarem em alta nesta quarta-feira

    Segundo profissionais, temor com quadro fiscal tem guiado investidores

    Investimentos: B3 lança contrato "Opção de Copom", que permitirá apostas na taxa Selic 
    Investimentos: B3 lança contrato "Opção de Copom", que permitirá apostas na taxa Selic  Foto: Jason Briscoe/Unplash

    Paula Dias, do Estadão Conteúdo

    As taxas de juros negociadas no mercado futuro operam em alta nesta quarta-feira (19) em sintonia com o dólar, que se fortalece ante o real. O dia é de liquidez reduzida nos negócios, devido ao feriado de Juneteenth nos Estados Unidos, que mantém os mercados fechados por lá.

    No cenário doméstico, as expectativas estão concentradas na decisão de política monetária do Banco Central, que será anunciada depois das 18h30 desta quarta.

    Segundo profissionais do mercado, o temor com o quadro fiscal e com o placar de votos na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) guiam os investidores, que esperam uma votação unânime entre dos diretores do BC, para que se evite novo racha, ruídos no mercado e volatilidade nas taxas.

    Às 11h18, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2025 tinha taxa de 10,715%, ante 10,670% do ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2026 projetava 11,36%, contra 11,28% de ontem.

    A taxa do DI para janeiro de 2027 estava em 11,72%, de 11,63% do ajuste anterior. E a taxa de janeiro de 2029 era de 12,12%, de 12,00% ontem.