Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nubank adere ao Desenrola, e desnegativados por dívida de até R$ 100 pode chegar a 2,5 milhões

    Fintech se junta a uma lista de instituições financeiras que já anunciaram adesão ao programa

    Iuri Pittada CNN

    São Paulo

    O banco digital Nubank anunciou nesta quarta-feira (19) adesão ao programa Desenrola, do Ministério da Fazenda.

    Com isso, a estimativa de pessoas que podem ser desnegativadas automaticamente, por terem dívidas bancárias abaixo de R$ 100, subiria para 2,5 milhões de brasileiros.

    O Nubank se junta a uma lista de instituições financeiras que já anunciaram adesão ao programa, como os cinco maiores bancos do país (Banco do Brasil, Caixa, Bradesco, Itaú e Santander) e instituições digitais, a exemplo de Inter e PicPay.

    Somados, esses bancos poderiam retirar imediatamente de cadastros como Serasa e SPC cerca de 1,5 milhão de pessoas que têm dívidas abaixo de R$ 100 que não foram pagas até 31 de dezembro passado.

    Além disso, essas instituições se comprometem a renegociar com os devedores de renda até R$ 20 mil – os descontos chegam a superar 90%, a depender das condições.

    Na segunda-feira (17), o próprio ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou em entrevista coletiva que o alcance do programa cresceria significativamente com a adesão do Nubank, pelo perfil da carteira de clientes.

    Essa primeira fase do Desenrola deve beneficiar até 30 milhões de devedores, de acordo com informações do Ministério da Fazenda.

    A próxima etapa, prevista para setembro, deve atender mais 40 milhões de brasileiros.