Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Opep mantém previsão de alta na demanda global por petróleo em 2023

    Para 2022, cartel reafirmou sua estimativa de aumento na demanda global em 2,5 milhões de bpd

    Sergio Caldas, do Estadão Conteúdo

    A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) manteve sua previsão de alta na demanda global por petróleo em 2023, em 2,3 milhões de barris por dia (bpd), segundo relatório mensal publicado nesta quinta-feira (13).

    Para 2022, o cartel reafirmou sua estimativa de aumento na demanda global em 2,5 milhões de bpd.

    Apenas a demanda em países que integram a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE) deverá crescer cerca de 100 mil bpd este ano, projeta a Opep.

    Fora da OCDE, a previsão é de avanço em torno de 2,2 milhões de bpd no consumo em 2023.

    Oferta fora do grupo

    A Opep também manteve sua previsão para o aumento da oferta de petróleo entre países fora do grupo em 2023, em 1,4 milhão de barris por dia (bpd), segundo relatório mensal.

    Os países que devem mais contribuir para o incremento da oferta em 2023 são EUA, Brasil, Noruega, Canadá, Casaquistão e Guiana, diz a Opep. Por outro lado, é esperada redução na oferta da Rússia.

    Para 2022, a Opep reiterou sua estimativa de acréscimo da oferta em 1,9 milhão de bpd.

    Ainda no relatório, a Opep informa que sua produção teve queda de 86 mil bpd em março ante fevereiro, para uma média de 28,80 milhões de bpd, de acordo com fontes secundárias.

    Crescimento do PIB Global

    O documento mensal divulgado nesta quinta-feira informou ainda que a Opep manteve sua projeção de alta do Produto Interno Bruto (PIB) global em 2023, em 2,6%. Para 2022, o cartel revisou levemente para cima sua estimativa para o avanço do PIB mundial, de 3,2% para 3,3%.

    Para este ano, a Opep reafirmou sua projeção de crescimento dos EUA, em 1,2%, e também da zona do euro, em 0,8%. No caso da China, o cartel segue prevendo expansão de 5,2% em 2023.