Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Petz cresce quase 400% no digital e tem lucro líquido de R$ 17 mi no 3º tri

    As vendas nos canais digitais, que somaram R$ 114,8 milhões, tiveram alta de 392,9%

    Ações da empresa já cresceram mais de 20% desde sua entrada na B3
    Ações da empresa já cresceram mais de 20% desde sua entrada na B3 foto-reuters-andres-stapff

    Talita Nascimento, do Estadão Conteúdo

    Primeira varejista a divulgar os números do terceiro trimestre este ano, a Petz, que é também uma das estreantes da Bolsa, registrou lucro líquido de R$ 17,061 milhões. O número não considera o IFRS 16, deixando de lado os efeitos de um crédito fiscal no terceiro trimestre de 2019. Assim, a alta é de 47,5% ante aquele trimestre.

    O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, por sua vez, ficou em R$ 46,843 milhões, alta de 34,5% na mesma base de comparação. A conta da empresa para ajustar o Ebitda deixa de lado créditos fiscais referentes à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS em 2019, doação relacionada à pandemia, além de “despesas não caixa de baixa de imobilizado e plano de opção de compra de ações”, nas palavras da companhia.

    Leia também:
    Na bolsa há um mês, ação da Petz já subiu 20% e pode subir mais 20%, diz BTG
    Além de Porto Seguro: Forma Turismo quer expandir para EUA, Europa e planeja IPO

    A receita bruta total registrada no trimestre chegou a R$ 450,2 milhões, com crescimento de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas nos canais digitais, que somaram R$ 114,8 milhões, tiveram alta de 392,9%. As receitas digitais passaram a representar 25,5% do total de vendas, ante 7,8% de participação registradas no mesmo trimestre do ano anterior. “A surpresa positiva é que vimos o físico voltar, mas o digital manteve os números excelentes do segundo trimestre.

    Essa combinação resultou em um crescimento acima de 50% nas vendas totais e de 32% nas vendas de mesmas lojas”, disse o CEO, Sergio Zimerman. Em relação ao número de lojas, a varejista informou que fechou o terceiro trimestre deste ano com 120, ante 95 em igual época do ano passado. Apesar das altas descritas no balanço, o presidente da companhia avalia que a pandemia ainda tem efeitos negativos sobre os números.

    “Lojas em shoppings tiveram reabertura com queda significativa de vendas no terceiro trimestre. Ainda há queda, mas menor do que no início do terceiro trimestre”, diz. “Outro efeito que permanece é o impacto no banho e tosa. Permanecemos com todos os centros de estética fechados no segundo trimestre. Isso foi retomando em meados do terceiro trimestre e ainda está longe da normalidade. Ainda temos queda expressiva”, pontua.

    Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

    Tópicos

    Tópicos