Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente do Fed afasta perspectiva de corte na taxa de juros em março

    Declaração de Powell ocorre após Fed manter taxa de juros estável

    O Fed observou seis meses de bons dados de inflação e está confiante de que as pressões sobre os preços estão voltando a se aproximar de 2%
    O Fed observou seis meses de bons dados de inflação e está confiante de que as pressões sobre os preços estão voltando a se aproximar de 2% 31/01/2024 - REUTERS/Evelyn Hockstein

    Reuters

    O chair do Federal Reserve (Fed, da sigla em inglês), Jerome Powell, rejeitou fortemente nesta quarta-feira (31) a ideia de que o banco central dos Estados Unidos poderia cortar os juros na primavera norte-americana, como muitos participantes do mercado esperavam.

    “Não acho provável que o Comitê (Federal de Mercado Aberto) atinja um nível de confiança até a reunião de março” para reduzir a taxa básica, “mas isso é o que se verá”, disse Powell, acrescentando que um corte em março não é o cenário base para os formuladores de política monetária.

    Os formuladores de política monetária do Federal Reserve ainda têm um longo caminho a percorrer para conseguir um “pouso suave” da economia norte-americana, com a inflação em queda e o emprego e o crescimento ainda praticamente intactos, disse o chair do banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell, nesta quarta-feira.

    “Não estamos declarando vitória”, afirmou Powell em uma coletiva de imprensa após a primeira reunião de política monetária do Fed de 2024, na qual as autoridades deixaram a taxa básica inalterada, mas sinalizaram que reduções de juros estão por vir.