Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente do Uruguai confirma negociações avançadas com China para acordo comercial

    Luis Lacalle Pou declarou ainda que Mercosul será "bem-vindo" para participar das negociações

    Tainá FalcãoLuciana Taddeoda CNN

    O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, confirmou a jornalistas, nesta terça-feira (24), que as negociações com a China para um Tratado de Livre Comércio (TLC) estão avançadas. “O Mercosul é a quinta região mais protecionista do planeta. O Uruguai precisa se abrir para o mundo”, disse.

    O presidente uruguaio declarou ainda que o Mercosul será “bem-vindo” a participar das negociações e que discorda da ideia de desmanche do bloco em caso de acordo com chineses.

    “A decisão uruguaia é avançar em um Tratado de Livre Comércio. Se for com o Mercosul é melhor, todo mundo sabe da força que Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina podem ter juntos, e se não for assim, o que fizemos até o momento é avançar em um estudo de factibilidade com a China que teve resultados positivos e estamos para começar a negociar bilateralmente”, afirmou Pou.

    Segundo o presidente uruguaio, seu país precisa “se abrir ao mundo”. A ideia preocupa membros do Mercosul que alegam risco de enfraquecimento do bloco.

    O chanceler brasileiro Mauro Vieira disse recentemente em entrevista que o acordo entre Uruguai e China colocaria em xeque a sobrevivência do grupo. Este deverá ser o principal assunto discutido entre Lacalle e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em visita da comitiva brasileira ao país, nesta quarta-feira (25). O petista e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, buscarão demover Lacalle da ideia.