Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Produção de minério de ferro da Vale cai 0,5% em 2020; vendas recuam 5,4%

    A companhia está buscando melhorias operacionais em Minas Gerais e também discute com autoridades para a retomada da produção.

    Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro
    Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro Foto: Ricardo Moraes/Reuters

    Marta Nogueira e Roberto Samora,

    da Reuters

    A Vale produziu 300,4 milhões de toneladas de minério de ferro em 2020, com recuo de 0,5% ante o ano anterior, mas a queda foi maior nas vendas, à medida que a companhia buscou repor estoques apesar das compras recordes da China.

    O volume produzido, segundo relatório divulgado nesta quarta-feira (3), ficou na faixa mais baixa da meta programada pela companhia (300-305 milhões).

    Já as vendas de sua principal commodity no ano passado somaram 254,9 milhões de toneladas, queda de 5,4% ante o ano anterior.

    O desempenho da produção quase estável ocorreu em meio a efeitos da pandemia, restrições para a disposição de rejeitos e atrasos na abertura de novas frentes de lavra em Serra Norte, que anularam efeitos do retorno das atividades em algumas minas e o desenvolvimento da mina S11D, no Pará.

    A produção de minério de ferro no quarto trimestre, por sua vez, foi de 84,5 milhões de toneladas, alta de 7,9% ante o mesmo período de 2019 e queda de 4,7% em relação ao trimestre anterior.

    A companhia foi levada a paralisar diversas atividades de minério de ferro após o rompimento da barragem de Brumadinho (MG), em janeiro de 2019. A companhia está buscando melhorias operacionais em Minas Gerais e também discute com autoridades para a retomada da produção.

    Dadas as restrições, a Vale encerrou 2020 com 322 milhões de toneladas de capacidade de produção e espera atingir 350 milhões de toneladas de capacidade ao fim de 2021.

    “Apesar dos impactos e medidas relacionados à pandemia terem reduzido a produtividade em todos os negócios e adiado, em 2020, o início dos novos ativos de minério de ferro, a Vale continua confiante de atingir 400 milhões de toneladas de capacidade ao fim de 2022”, afirmou a empresa.

    A produção de pelotas da Vale totalizou 29,7 milhões de toneladas em 2020, 29% menor do que em 2019, como resultado da menor disponibilidade de “pellet feed” nos sites da empresa e dos ajustes de produção de acordo com as condições de mercado.

    “O gargalo da Vale para a produção de pelotas continua sendo a menor disponibilidade de pellet feed em suas operações”, disse a companhia no relatório de produção.

    A produção de pelotas da Vale foi de 7,1 milhões de toneladas no trimestre, queda de 1,4 milhão de toneladas devido à menor disponibilidade de pellet feed de Brucutu e Itabira e às manutenções na usina de pelotização de Tubarão 6.

    Vendas

    Os volumes de vendas de finos de minério de ferro e pelotas totalizaram 286,1 milhões de toneladas em 2020, 8,5% abaixo do registrado em 2019.

    Essa vendas foram 5% inferiores à produção de minério de ferro.

    “Para atender clientes em 2019, a Vale reduziu seus estoques operacionais, atingindo níveis insustentáveis. Em 2020, a Vale precisou recompor seus estoques operacionais, possibilitando uma maior aderência entre vendas e produção em 2021”, disse a companhia.

    No quarto trimestre, as vendas de finos e pelotas de minério de ferro da Vale alcançaram 91,3 milhões de toneladas, alta 2,7% na comparação anual.

    A Vale atingiu vendas recordes para a China no quarto trimestre, totalizando 64 milhões de toneladas (contra 58 milhões de toneladas no quarto trimestre de 2019).

    Metais básicos

    A produção de níquel da mineradora totalizou 214,7 mil toneladas em 2020, alta de 3,2% ante o ano anterior. Já no quarto trimestre, a produção foi de 55,9 mil toneladas, queda de 1,4% ante o mesmo período de 2019 e alta de 18,7% na comparação com o terceiro trimestre.

    O volume de vendas de níquel em 2020 somou 210,9 mil toneladas, alta de 2,5% ante 2019. Já no quarto trimestre, as vendas somaram 66,1 mil toneladas, 13,6% acima do terceiro trimestre, principalmente como resultado da maior produção que permitiu à Vale aproveitar o ambiente de melhores preços.