Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Quase 300 mil já receberam auxílio reconstrução no RS, diz Pimenta

    Ministro-chefe da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do estado ainda pontuou que mais de 1 milhão de gaúchos já fizeram saque antecipado da FGTS

    Enchente na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul
    Enchente na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul Patrícia Porciúncula/CNN

    Tânia Rabello, do Estadão Conteúdo

    O ministro-chefe da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta, informou que o governo federal já pagou para 274 mil famílias gaúchas o auxílio reconstrução, após as enchentes que assolaram o estado entre abril e maio.

    “Esses recursos vão ajudar para que as pessoas possam recomeçar”, disse Pimenta, durante discurso em cerimônia de entrega de máquinas agrícolas em Porto Alegre, na sexta-feira (5).

    As máquinas são provenientes de emendas parlamentares e liberadas pelo Ministério da Agricultura. No total, 34 municípios serão atendidos com os equipamentos.

    Pimenta, que é gaúcho de Santa Maria, informou também que o governo federal autorizou o saque antecipado do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pelos gaúchos, e que “mais de 1 milhão” deles já fizeram o saque.

    Citou, ainda, entre outras iniciativas, que o governo federal adiou por 36 meses o pagamento da dívida do Rio Grande do Sul, que soma R$ 280 milhões por mês.

    “Estamos na segunda parcela, ou seja, já são R$ 560 milhões disponíveis que serão destinados ao fundo de reconstrução do estado.”

    Ele disse também que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não cobrará os juros da dívida, o que significará mais R$ 11 milhões para o fundo de reconstrução gaúcho.

    O desastre climático afeta a economia de todo o país. A produção industrial brasileira recuou 0,9% em relação a abril, com perdas em 16 das 25 atividades investigadas, segundo a Pesquisa Industrial Mensal: Produção Física, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.