Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Shoppings esperam aumento de 7,6% nas vendas para o Dia das Mães, diz Abrasce

    Centros comerciais devem movimentar cerca de R$ 5,7 bilhões em vendas durante o período em todo o país

    Beth Moreira, do Estadão Conteúdo

    As vendas em comemoração ao Dia das Mães nos shoppings devem crescer 7,6% este ano na comparação com 2022, aponta Pesquisa de Expectativas do Dia das Mães, da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), feita em todo o país. A previsão é de que os shoppings devem movimentar cerca de R$ 5,7 bilhões em vendas durante o período.

    O levantamento foi realizado entre os dias 19 e 27 de abril de 2023 com o objetivo de entender as expectativas do setor em relação à comercialização, fluxo de visitantes, tíquete médio, entre outros indicadores, para a semana do Dia das Mães, que acontece entre 8 a 14 de maio. Para os shoppings ouvidos na pesquisa, 91% têm perspectivas positivas para a data.

    A expectativa é que em 2023, o tíquete médio seja de R$ 198,00, valor igual ao registrado no Dia das Mães de 2022. Entre os produtos que mais devem se destacar na data comemorativa, encontram-se: perfumaria e cosméticos, vestuário, joalheria e calçados.

    Sobre o fluxo de visitantes, 81% dos respondentes disseram que será superior em relação à 2022. Para os que esperam um aumento do fluxo, o incremento será em média de 8,9%.

    Para o presidente da Abrasce, Glauco Humai, mesmo diante do cenário macroeconômico atual, os shoppings estão otimistas em relação à data. “A inflação e o momento econômico foram citados como fatores externos que podem limitar o consumo no Dia das Mães, mas, mesmo com essa percepção, os shoppings já constatam a melhoria contínua de vendas e de fluxo de frequentadores e esse termômetro positivo reforça a expectativa de bons resultados para o período”, comenta em nota.

    Tópicos

    Tópicos