Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Venda de imóveis aumenta em SP, inclusive os maiores; veja bairros são mais cobiçados

    Procura por imóveis acima de 140m² sobe 6,1% entre janeiro e abril em SP, mostra levantamento da Loft

    Representação artística de um apartamento na torre C6
    Representação artística de um apartamento na torre C6 Grange Development

    Marien Ramosda CNN*

    São Paulo

    As vendas de apartamentos de grande porte — acima de 140m² — cresceram 6,1% em São Paulo nos primeiros quatro meses de 2024, em relação ao mesmo período do ano passado.

    O movimento mostra reversão do quadro em comparação aos dados de 2023, quando o mercado havia recuado 8,8%, segundo levantamento da Loft exclusivo para a CNN.

    A lista de bairros mais cobiçados pelos compradores de imóveis deste porte é puxada pelo Morumbi, com alta de 91,8%. Itaim Bibi (63,9%) e Vila Leopoldina (43,5%) aparecem na sequência.

    Segundo Fábio Takahashi, gerente de dados da Loft, o movimento de queda de juros iniciado pelo Banco Central (BC) no ano passado melhorou o cenário para o setor.

    Em agosto de 2023, o BC reduziu os juros de 13,75% para 13,25%, o primeiro movimento para baixo em três anos. O ciclo foi mantido, e em maio deste ano a Selic foi reduzida para 10,5%, apesar da desaceleração no ritmo de cortes.

    Segundo Takahashi, mais famílias conseguem adquirir os imóveis, beneficiando quem está disposto em pagar quantias maiores para imóveis de grande porte.

    Em linha com o aquecimento do mercado, imóveis menores também apresentaram um movimento positivo, com aumento de 14,5% no primeiro quadrimestre de 2024, em comparação com 2023, mostrou levantamento da Loft.

    Esse interesse em adquirir um imóvel, no entanto, não é destinado à moradia, mas sim ao investimento. Locação ou construir patrimônio somaram 58% das respostas levantadas pela pesquisa, enquanto moradia somaram 32%.

    *Sob supervisão de Gabriel Bosa