Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Votação demonstra que texto-base do marco fiscal tinha discussão e maturidade, diz Lira

    Texto da proposta foi aprovado por 372 votos favoráveis a 108 contrários, com uma abstenção, na noite de terça-feira (23)

    Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados.
    Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados. Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Da CNN

    O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que o texto da proposta do novo marco fiscal é “equilibrado” e agregou votos de posições “mais à esquerda e mais à direita”. O texto-base do novo regime fiscal foi aprovado na noite de terça-feira (23) pelo plenário da Câmara.

    “A grande maioria da Casa, mais de 370 deputados, optaram por aprovar o novo marco fiscal para que a gente tenha um rumo, previsibilidade, uma medida mais justa, sempre garantindo que as despesas correrão em menor número que as receitas”, disse Lira.

    “A demonstração do painel, tanto na urgência quanto no mérito, demonstra que o texto tinha discussão e maturidade.”

    O texto-base foi aprovado por 372 votos favoráveis a 108 contrários, com uma abstenção. Era necessário o apoio de ao menos 257 deputados para a aprovação. O requerimento de urgência do projeto havia sido aprovado na semana passada por 367 a 102 votos, com uma abstenção.

    O projeto original foi apresentado pelo Executivo em 18 de abril deste ano.

    (Publicado por Gustavo Zanfer, com informações de Luciana Amaral)