Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mercado de emprego está aquecido, mostra levantamento do LinkedIn

    No Brasil, pela primeira vez desde maio, houve aumento no número de candidatos interessados vagas de emprego

    Avenida Paulista: Brasil teve aumento no número de aplicações para empregos a partir de maio
    Avenida Paulista: Brasil teve aumento no número de aplicações para empregos a partir de maio Danny Lehman / Getty Images

    Guilherme Gamada CNN

    Levantamento da rede social profissional LinkedIn, enviado a pedido da CNN Brasil, mostra que o mercado global está em aquecimento, inclusive o brasileiro.

    Pela primeira vez desde abril, o Brasil (6,7%) e os Emirados Árabes Unidos (8%) tiveram dados positivos — há aumento no número de aplicações para empregos a partir de maio.

    Globalmente, quase 16 milhões de membros optaram por adicionar uma moldura “Open to Work” ao seu perfil, em julho de 2022. Esse é um aumento de 14.28% em comparação com abril deste ano, quando eram 14 milhões. O aumento é ainda maior em comparação com abril de 2021: 128,57%.

    Considerando dados da Europa, Oriente Médio e América Latina: As aplicações para vagas caíram em junho, assim como em maio, mas essa tendência pode estar diminuindo — informa a plataforma. Isso significa que o mercado global está se aquecendo gradualmente: estão havendo mais candidatos interessados nas vagas de emprego.

    Em junho de 2022, a competição por empregos (medida como inscrições por emprego) ficou em média -56% abaixo de junho de 2021 nos mercados EMEAL (Europa, Oriente Médio, América Latina), acima dos -68% em maio.

    Apesar da maioria das regiões apresentarem redução da concorrência no mercado de trabalho em junho, a tendência está diminuindo com a média mensal de junho (MoM) em -3%, em comparação com -17,4% em maio.