Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ações europeias fecham em baixa com incertezas políticas na França e reunião do Fed

    Bancos ampliaram as quedas que vinham desde segunda-feira

    Bolsa de Madri 24/06/2016 - REUTERS/Andrea Comas
    Bolsa de Madri 24/06/2016 - REUTERS/Andrea Comas REUTERS

    Reuters

    As ações europeias fecharam em baixa nesta terça-feira (11), com bancos em queda em todo o continente, uma vez que investidores mostravam preocupação com as incertezas políticas na França e se preparavam para a reunião de política monetária do Federal Reserve.

    O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,93%, a 517,29 pontos, registrando sua maior baixa diária em duas semanas, enquanto os índices de referência italiano e espanhol, em que bancos têm forte peso, também recuaram.

    Os bancos lideraram as vendas, com o setor fechando em baixa de 2,2% e ampliando as quedas de segunda-feira (10).

    O índice de referência da França caiu e ampliou as perdas da sessão anterior, quando o presidente Emmanuel Macron convocou uma eleição antecipada após forte derrota de seus aliados nas eleições europeias nas mãos do partido de extrema-direita Reunião Nacional (RN).

    “Se o partido RN chegar ao poder, isso significaria uma má notícia para muitos projetos europeus (e) para a integridade da União Europeia”, disse Thomas Gehlen, estrategista sênior de mercado da SG Kleinwort Hambros.

    A aposta de Macron ofereceu à extrema-direita uma chance de poder político real após anos à margem e ameaça enfraquecer sua Presidência três anos antes de seu término.

    O índice de recursos básicos, que inclui as maiores empresas de mineração da Europa, perdeu quase 2%, já que a maioria dos preços dos metais ficou sob pressão de um dólar mais firme e de preocupações com a demanda na China, principal consumidor das commodities.

    O foco agora será a decisão de política monetária do Fed na quarta-feira (12), que ajudará os mercados a avaliar o momento e o escopo dos cortes na taxa de juros da economia norte-americana.

    Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,98%, a 8.147,81 pontos.

    Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,68%, a 18.369,94 pontos.

    Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,33%, a 7.789,21 pontos.

    Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,93%, a 33.874,48 pontos.

    Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,60%, a 11.175,50 pontos.

    Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,41%, a 6.634,71 pontos.