Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas de NY fecham em alta, impulsionadas por payroll, com S&P 500 e Nasdaq em recordes

    Sinais otimistas do mercado de trabalho alimentam expectativa de corte de juros pelo Fed

    Wall Street em Nova York, EUA
    Wall Street em Nova York, EUA 19/7/2021 - REUTERS/Andrew Kelly/Arquivo

    Estadão Conteúdo

    As bolsas de Nova York fecharam em alta hoje, após os detalhes do relatório de emprego dos Estados Unidos consolidarem expectativa por cortes de juros do Federal Reserve (Fed) este ano.

    O S&P 500 subiu 0,54%, para 5.566,69 pontos; enquanto o índice de tecnologia Nasdaq ganhou 0,9%, atingindo 18.351,34 pontos. Já o Dow Jones subiu 0,16%, para 39.372,78 pontos.

    Apesar da ainda firme criação de postos de trabalho, o inesperado aumento na taxa de desemprego nos EUA em junho ajudou a consolidar a aposta de que o Fed abrirá o ciclo de relaxamento monetário em setembro, conforme indica plataforma de monitoramento do CME Group.

    A High Frequency Economics (HFE) acredita que o Fed poderá iniciar a discussão sobre cortes de juros na reunião do fim de julho e reduzir as taxas de fato no encontro seguinte, em setembro, se os dados do mercado de trabalho dos EUA mantiverem comportamento moderado.

    Antes da publicação, o presidente do Fed de Nova York, John Williams, afirmou que houve progresso “significativo” na tarefa da instituição de colocar a inflação na meta de 2% nos Estados Unidos, embora tenha acrescentado que “ainda há um caminho pela frente” até concretizar esse objetivo.

    A avaliação sobre os juros impôs pressão aos rendimentos dos Treasuries, o que costuma beneficiar principalmente o setor de tecnologia.

    Em destaque, Tesla subiu 2,08% e Amazon avançou 1,22%, com Jeff Bezos sinalizando que planeja vender mais papéis da empresa. O presidente executivo notificou a Securities and Exchange Commission (SEC) de sua intenção de vender 25 milhões de suas ações da Amazon no valor de US$ 4,93 bilhões no momento do pedido.

    A Coinbase recuou 0,56%, mas chegou a cair mais de 6%, em um cenário que vem representando quedas importantes para as criptomoedas, mas Macy’s avançava 9,54%, após relatos de que um grupo de investidores pode elevar oferta pela varejista.