Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ibovespa fecha em queda e dólar sobe após colapso do SVB e à espera de arcabouço

    Moeda norte-americana encerrou cotada a R$ 5,27, enquanto principal índice da B3 chegou a atingir a pontuação mínima do ano ao longo do dia

    Da CNN

    O Ibovespa fechou em queda de 0,48% nesta segunda-feira (13), aos 103.121,36 pontos. O pregão na B3 voltou a encerrar às 17h, juntamente com o dólar, por conta do início do horário de verão dos Estados Unidos.

    A sessão desta segunda foi marcada pelo declínio de Petrobras na esteira dos preços do petróleo no exterior e pela repercussão de medidas emergenciais tomadas por reguladores norte-americanos após o colapso do Silicon Valley Bank.

    No pior momento, o índice chegou a 102.254,72 pontos, menor patamar intradia do ano. Na ponta oposta, o avanço de Magazine Luiza foi uma forte influência positiva, com valorização de 9,41%. A concorrente Via liderou as altas, com 12,09%.

    Já o dólar terminou em alta de 1,16%, cotado a R$ 5,268, com monitoração do mercado sobre os próximos passos de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) após a falência do Silicon Valley Bank (SVB).

    No meio tempo, investidores ainda seguem de olho na divulgação do novo arcabouço fiscal do Brasil.

     

    O governo dos EUA e o Fed anunciaram várias medidas no fim de semana para reduzir os temores de contágio após o colapso do SVB, que foi fechado repentinamente na sexta-feira após um aumento de capital fracassado.

    A turbulência no mercado após o colapso do SVB levou investidores a especular que o Fed não aumentará mais os juros em 0,50 ponto percentual neste mês. Agora, as apostas dos operadores estão divididas igualmente entre uma pausa ou uma alta de 25 pontos-base nos juros na próxima reunião de política monetária do Fed, nos dias 21 e 22.

    No Brasil, faltando uma semana para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), a expectativa é que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), apresente ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o modelo do novo arcabouço fiscal ainda nesta semana.

    Em entrevista à CNN na última sexta-feira, Haddad afirmou que o substituto do teto de gastos já está com a base pronta e que a proposta tem sido “muito bem recebida” por economistas e especialistas com quem o ministro e seu time têm feito as primeiras sondagens.

    Sem dar mais detalhes, Haddad também afirmou que o novo arcabouço fiscal “não é uma regra de dívida”. “Não acredito que isso funcionaria nas condições locais”, disse.

    Segundo profissionais do mercado, a expectativa pela nova regra fiscal pode elevar a volatilidade nos mercados domésticos ao longo desta semana.

    O dólar à vista fechou a última sessão cotado a R$ 5,208, em alta de 1,32%. O Ibovespa fechou em queda de 1,38% na sexta-feira, aos 103.618,2 pontos.

    O Banco Central fez neste pregão leilão de até 16 mil contratos de swap cambial tradicional para fins de rolagem do vencimento de 3 de abril de 2023.

    A abertura dos negócios continua às 10h da manhã.

    *Publicado por Tamara Nassif e Ana Carolina Nunes. Com Reuters.