Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Moody’s revisa perspectiva de ratings de 18 empresas chinesas para negativa

    Alteração ocorre um dia após agência revisar em negativa perspectiva da China

    Entre empresas afetadas pela revisão estão concessionárias e companhias ligadas ao governo
    Entre empresas afetadas pela revisão estão concessionárias e companhias ligadas ao governo REUTERS/Brendan McDermid

    Gabriel Bueno da Costa, do Estadão Conteúdo

    A Moody’s informou em comunicado que alterou nesta quarta-feira (6) para negativa a perspectiva de 18 empresas da China, entre concessionárias e companhias do setor de transporte relacionadas ao governo.

    O movimento ocorre um dia depois que a agência reafirmou o rating do país em A1, mas alterou a perspectiva de estável para negativa. Ao mesmo tempo, a Moody’s reafirmou o rating dessas empresas.

    A agência diz em comunicado que a ação de hoje reflete sobretudo a crescente evidência de que o governo central e o setor público de modo mais abrangente terão de dar apoio a governos locais e regionais com dificuldades financeiras.

    Segundo a Moody’s, o movimento representaria riscos de baixa para a força fiscal, ao quadro econômico e à força institucional do país.

    Entre as empresas chinesas afetadas pela revisão de perspectiva da Moody’s, estão:

    • CGNPC International Limited;
    • China Clean Energy Development Limited;
    • China General Nuclear Power Corporation;
    • China Huadian Corporation LTD.;
    • China Huadian Overseas Development 2018 Ltd.;
    • China Huadian Overseas Dvp. Mgt. Co. Ltd.;
    • China Huaneng Group (HK) Treasury Mgmt Hldg;
    • China Huaneng Group Co., Ltd.;
    • China Southern Power Grid Co., Ltd.;
    • China Southern Power Grid Int’l Finance (BVI).

    Veja também: Entenda os impactos da elevação de nota de crédito do Brasil pela Fitch Ratings