Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mulheres ganham 14,7% a menos do que homens na indústria, mostra Fiesp

    Salário das trabalhadoras no setor é, em média, R$ 3.294,75 por mês, enquanto masculino é de R$ 3.863,68 por mês

    Fiesp aponta que paridade salarial no estado de SP só deve ocorrer na próxima década
    Fiesp aponta que paridade salarial no estado de SP só deve ocorrer na próxima década pch.vector/Freepik

    Matheus de Souza e Isabela Mendes, do Estadão Conteúdo

    Estudo divulgado nesta segunda-feira (6) pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) sobre a mão de obra feminina na indústria mostra que o caminho para sanar a disparidade de gênero no setor ainda é longo.

    De acordo com o levantamento, mulheres da indústria recebem 14,7% a menos do que os homens e, com um avanço paulatino registrado, a paridade salarial só deve ocorrer em 2035.

    O estudo aponta que as trabalhadoras na indústria recebem, em média, R$ 3.294,75 por mês, enquanto a média dos homens no setor é de R$ 3.863,68 por mês, uma diferença de 14,7%.

    Apesar de uma diminuição gradativa que vendo sendo observada desde o início da série, em 2006 (quando a diferença era de 30,5%), a entidade afirma que a paridade salarial no estado deve ocorrer apenas na próxima década.