Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em parceria com a Mattel, Cimed lança hidratante labial da Barbie; veja preço e sabores

    Farmacêutica projeta faturar mais de R$ 80 milhões com a parceria junto à gigante global de brinquedos

    Cimed lança coleção Carmed Barbie em celebração ao aniversário de 65 anos da boneca mais famosa do mundo
    Cimed lança coleção Carmed Barbie em celebração ao aniversário de 65 anos da boneca mais famosa do mundo Foto: Divulgação

    Da CNN

    A farmacêutica Cimed anunciou nesta segunda-feira (11) parceria com a Mattel, maior fabricante de brinquedos do mundo, para o lançamento do hidratante labial Carmed Barbie.

    A parceria celebra o aniversário de 65 anos da boneca, comemorados em março deste ano.

    O hidratante labial chegará às farmácias no dia 20 de março, com três sabores: Pink, Rose Gold e Crystal, trazem nuances de cores e brilhos, em linha com o universo Barbie.

    Com o lançamento, a expectativa da Cimed é de faturar mais de R$ 80 milhões já nos primeiros dias de venda do produto para o varejo farmacêutico. A unidade será vendida a um preço médio de R$ 29,90 no ponto de venda.

    A Cimed espera que o Carmed Barbie dialogue com o público da Geração Z, que já é consumidor de Carmed, bem como o público30+, que têm uma relação afetiva com a boneca, presente na infância de grande parte das crianças da época.

    “No ano passado, buscamos a Mattel para propor uma collab, que foi super bem recebida pela marca, e a partir desse contato, conseguimos desenvolver a coleção em seis meses”, disse João Adibe, CEO da Cimed.

    A farmacêutica espera que a parceria repita os sucessos de collabs anteriores, como com a marca de balas Fini e com o desenvolvimento da linha BFF, lançada com as atrizes Larissa Manoela e Maísa.

    Essas campanhas impulsionaram as vendas do hidrante labial, levando-o ao faturamento de R$400 milhões em 2023, cerca de 2000% a mais do que em 2022. Além disso, as parcerias fizeram a categoria de hidratantes labiais crescer mais de 90% no Brasil.