Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Marisa reduz prejuízo em 42% no 4º trimestre

    Despesas gerais e administrativas encolheram 31,2% na mesma comparação

    Empresa promete ser mais agressiva este ano após reestruturação
    Empresa promete ser mais agressiva este ano após reestruturação Reprodução/Wikimedia

    da Reuters

    A rede de moda feminina Marisa teve prejuízo de R$ 170 milhões no quarto trimestre, queda de 42% em relação ao resultado negativo de um ano antes, pressionada por problemas com estoques e fechamento de lojas em uma das principais épocas para o varejo nacional.

    A companhia, que promete para este ano ações para recuperar seu foco no público feminino da classe C, teve queda de vendas em mesmas lojas de 28% em termos consolidados ante o quarto trimestre de 2022.

    Enquanto isso, em meio aos esforços de reestruturação, as despesas gerais e administrativas encolheram 31,2% na mesma comparação.

    Apesar da redução nas despesas, o resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) em termos pró-forma da operação de varejo ficou negativo em R$ 21,8 milhões.

    A empresa afirmou que o Ebitda foi impactado pela redução da receita do varejo, por conta de encerramento de lojas e nível de estoque reduzido. A companhia fechou 91 lojas no ano passado e já encerrou 6 lojas neste ano.

    Sobre os estoques de produtos, a Marisa afirmou no balanço que não conseguiu uma recomposição gradual “no ritmo necessário” para atender a demanda do quarto trimestre.

    Isso ocorreu em meio ao pico da sazonalidade do varejo nacional que costuma gerar gargalos e “retomada mais tardia” no desenvolvimento de coleção.

    A Marisa Lojas teve receita líquida de R$ 409,3 milhões no quarto trimestre, queda de 41,4% sobre um ano antes.

    E depois de um ano de “transição” para a companhia, a Marisa Lojas promete ser mais “comercialmente agressiva” e promocional neste ano, com ajustes de produtos, preços e visual.

    A empresa afirmou no balanço que está conduzindo testes em 125 lojas, com planos de acelerá-los em 216 até o final de maio.

    Sobre a potencial oferta de ações, que tem compromisso de investimento de pelo menos R$ 195 milhões pelos acionistas controladores, a Marisa Lojas afirmou que “ainda não houve decisão definitiva”.