Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Petrobras reduz preço do diesel para distribuidoras pela segunda vez no mês

    Valor médio do litro do combustível teve queda de 7,9% e passa a valer nesta quarta-feira; no ano, preço do diesel caiu 22,5%, segundo a estatal, uma redução de R$ 1,01 por litro

    Abastecimento de combustível.
    Abastecimento de combustível.

    Da CNN

    A Petrobras anunciou que reduzirá em R$ 0,30 — o equivalente a 7,9% — o preço médio do litro do diesel A vendido para as distribuidoras, que passará a ser de R$ 3,48 por litro. A mudança começa a valer nesta quarta-feira (27).

    No ano, o preço do diesel caiu 22,5%, segundo a estatal, uma redução de R$ 1,01 por litro.

    A mudança no valor dos preços do diesel é a segunda anunciada pela companhia neste mês. No dia 7 de dezembro, o preço médio do litro do combustível foi reduzido em R$ 0,27.

    “O ajuste é resultado da análise dos fundamentos dos mercados externo e interno frente à estratégia comercial da Petrobras, implementada em maio de 2023 em substituição à política de preços anterior, e que passou a incorporar parâmetros que refletem as melhores condições de refino e logística da Petrobras na sua precificação”, disse a estatal em nota.

    Com o novo valor, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor terá uma redução de R$ 0,26 por litro e passará a ser, em média, R$ 3,06 a cada litro vendido na bomba, destaca a petroleira.

    “Dessa forma, o preço médio do diesel A S10 nas bombas poderá refletir valores entre R$ 4,63 e R$ 8,26 por litro, a depender do local de venda, considerando que o Levantamento de Preços de Combustíveis da ANP para a semana de 17 a 23/12/2023 indicou um valor médio de R$ 5,98 por litro, variando entre R$ 4,89 e R$ 8,52 por litro”, diz.

    Na nota, a companhia ressalta ainda que mantém os preços da gasolina estáveis. A última mudança no valor do litro do combustível foi feita em outubro, quando a Petrobras anunciou uma redução de R$ 0,12.

    No ano, os preços de gasolina A da Petrobras para as distribuidoras acumulam uma redução de R$ 0,27 por litro, equivalente a 8,7%, segundo a companhia.

    Defasagem

    Cálculos da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), que acompanha a evolução dos preços e calcula a defasagem dos valores praticados no país, mostraram no início do mês — antes do primeiro corte no preço do diesel — uma defasagem no valor do combustível no Brasil.

    Segundo a associação, naquele momento, o diesel era vendido no país 6% mais caro em comparação com os valores praticados no exterior.

    Vale ressaltar que os postos de combustíveis são livres para reajustar os preços nas bombas, e que os valores que chegam aos consumidores finais são determinados por uma série de fatores, como impostos, preço dos biocombustíveis e margem de distribuição e revenda.

    Publicado por Ligia Tuon

    Mercado reduz previsão para Selic e IPCA em 2024