Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Parceria entre MPF e CVM firma termo para punir manipulação no mercado de capitais

    Dois operadores investigados, acusados de manipulação de preços, se comprometem a pagar multas

    Os ANPPs firmados seguem para homologação pela Justiça.
    Os ANPPs firmados seguem para homologação pela Justiça. Divulgação

    Marien Ramosda CNN

    São Paulo

    O Ministério Público Federal (MPF) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) trabalharam em conjunto pela primeira vez para punir dois operadores de capitais envolvidos em manobras ilegais.

    A parceria firmou o Termo de Compromisso e Acordo de Não Persecução Penal (ANPP) com os investigados, acusados de manipulação de preços em operações com cotas de um fundo de investimento. Os acordos seguem para homologação da judicial.

    Os dois acusados deverão pagar multas equivalentes aos ganhos alcançados com os crimes. O acordo também determina que eles confessem que cometeram atos irregulares.

    Os operadores também deverão apresentar relatório com informações sobre as suas atuações no mercado após um ano.

    O pacto é feito conforme a Lei Anticrime (Lei 13.964/2019), que inspirou o modelo de negociação sempre que seja suficiente para reprovação e prevenção do delito.

    Veja também: Brasil tem o melhor resultado para novembro desde 2020

    *Sob supervisão de Gabriel Bosa