Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Petrobras anuncia corte médio de 7,1% no preço do gás natural para as distribuidoras

    Novos valores entram em vigor na terça-feira, 1º de agosto; com o novo reajuste, o gás natural acumula queda de 25% no ano

    Repasse ao consumidor final depende de margens e tributação
    Repasse ao consumidor final depende de margens e tributação REUTERS/Sergio Moraes

    Iuri Pittada CNN

    São Paulo

    A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (19) uma redução média de 7,1% em reais, por metro cúbico, nos preços do gás natural vendido pela empresa para as distribuidoras.

    Os novos valores passarão a valer a partir de terça-feira, 1º de agosto e o reajuste é em relação aos preços praticados no trimestre entre maio e julho.

    Com o novo reajuste, o preço do gás natural vendido pela Petrobras para as distribuidoras acumulará redução de aproximadamente 25% no ano.

    Segundo comunicado da companhia, os contratos com as distribuidoras preveem atualizações trimestrais da parcela do preço relacionada à molécula do gás e vinculam esta variação às oscilações do petróleo Brent e da taxa de câmbio.

    Para o trimestre em referência, o petróleo teve queda de 3,8% e o câmbio teve apreciação de 4,8%.

    Ainda em comunicado, a Petrobras ressalta que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia, mas também pelo portfólio de suprimento de cada distribuidora, assim como por suas margens e pelos tributos federais e estaduais.

    Além disso, as tarifas ao consumidor são aprovadas pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas.