Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Petrobras registra lucro de R$ 28,8 bilhões no segundo trimestre, recuo é de 47%

    Preço médio do petróleo tipo Brent também teve queda e ficou em R$ 78,39

    O lucro líquido da Petrobras recuou 47% no segundo trimestre ante o mesmo período do ano passado, para 28,8 bilhões de reais, em meio a uma queda dos preços do petróleo no mercado internacional, informou a companhia nesta quinta-feira (3).

    O preço médio do petróleo tipo Brent ficou em R$ 78,39 dólares por barril entre abril e junho, queda de 31,1% versus um ano antes.

    O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda) ajustado totalizou R$ 56,7 bilhões de reais no segundo trimestre, queda de 42,3% ante o mesmo período de 2022.

    A receita de vendas da companhia somou R$ 113,8 bilhões de reais, recuo de 33,4% na comparação com um ano antes.

    A Petrobras informou ainda que investiu US$ 3,2 bilhões no segundo trimestre, aumento de 31% em relação ao trimestre anterior e 5,5% acima do mesmo período do ano passado.

    Segundo a empresa, isso se deve, principalmente, aos projetos do pré-sal na Bacia de Santos e ao pagamento do bônus de assinatura relativo aos campos de Sudoeste de Sagitário, Água Marinha e Norte de Brava.

    Em nota, a estatal destacou que “o resultado é explicado principalmente pela desvalorização do preço do petróleo, pela queda de mais de 40% na diferença entre o preço do petróleo e os preços internacionais do diesel (crackspreads), e maiores despesas operacionais”.

    Segundo a Petrobras, estes efeitos foram parcialmente compensados por maiores ganhos de capital com venda de ativos e menores despesas financeiras, “fruto dos ganhos com variação cambial devido à apreciação do real frente ao dólar, entre outros fatores”, disse a companhia.

    Além disso, a empresa informou que seu conselho de administração aprovou a distribuição de remuneração aos acionistas no valor de R$ 1,149304 por ação ordinária e preferencial, como antecipação relativa ao exercício de 2023.

    Os dividendos serão pagos em duas parcelas iguais, sendo R$ 0,574652 por ação ordinária e preferencial, em 21 de novembro de 2023, e R$ 0,574652 real por ação em 15 de dezembro de 2023.

    Veja também: Petrobras anuncia fim da paridade de preços

    Publicado por Amanda Sampaio, da CNN. Com informações da Reuters.