Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PMEs: o que são as pequenas e médias empresas?

    PME é a sigla para Pequenas e Médias Empresas. Existem diferentes critérios para classificá-las

    Outros setores aquecidos mencionados pela pesquisa: agronegócio, alimentos & bebidas, instituições financeiras, educação
    Outros setores aquecidos mencionados pela pesquisa: agronegócio, alimentos & bebidas, instituições financeiras, educação Foto: Headway/Unsplash

    Estela Aguiar*,

    do CNN Brasil Business, em São Paulo

    Você já viu a sigla PME? Sabe o que significa? PME é a sigla para Pequenas e Médias Empresas. 

    O CNN Brasil Business reuniu algumas perguntas e respostas sobre a terminologia para quem quer estar mais antenado no mundo empreendedor. 

    1. Definição de PMEs 

    Pequenas e Médias Empresas (PMEs) são negócios em que o faturamento e o número de funcionários ultrapassa o que é estabelecido para um micro-empreendimento, mas também não chegam perto de ser um grande negócio. Existem diferentes critérios para classificá-las.

    De acordo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a classificação ocorre por meio da Receita Operacional Bruta (ROB) das empresas. A pequena empresa, por exemplo, tem a renda anual maior que R$ 360 mil e menor ou igual a R$ 4,8 milhões. A média empresa tem a renda anual maior de R$ 4,8 milhões e menor ou igual a R$ 300 milhões. 

    Para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a classificação ocorre pelo número de funcionários. Na indústria, as micro e pequenas empresas são as que têm até 99 colaboradores; as médias têm de 100 até 499 colaboradores. No setor do comércio e varejo, as micro e pequenas empresas possuem até 49 colaboradores, enquanto as médias têm de 50 a 99 colaboradores. 

    2. Exemplos de Pequenas e Médias Empresas 

    As PMEs são os negócios que podem ser encontrados em qualquer bairro, de qualquer cidade brasileira, pois oferecem variados tipos de serviços. Entre os exemplos, estão padarias, mercados, escritórios, lanchonetes, salões de beleza, entre outros.  

    3. Regime Tributário

    Para empresas desses portes, há três tipos de regimes tributários: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. 

    No Simples Nacional, o empresário terá alíquotas menores que outros tributos, administração tributária de forma simples, com a arrecadação acontecendo em uma única guia anual.

    No Lucro Presumido, o empresário terá a cobrança de uma taxa fixa sobre o faturamento de forma trimestral, de acordo com o setor em que atua. Além disso, este regime possui um conjunto dos principais impostos federais, sendo eles o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL). 

    Por último, no Lucro Real, pouco utilizado por PMEs, de acordo com o Sebrae, a empresa paga o Imposto de Renda de acordo com o lucro que obteve em um determinado período.

    * Sob supervisão de Maria Carolina Abe

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN