Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Datena deve começar pré-campanha à prefeitura de SP no dia 15, diz PSDB

    Apresentador ainda não teve compromissos oficiais desde que confirmou a pré-candidatura; partido busca local

    Inicialmente, tinha-se a expectativa de que agenda tivesse início neste sábado (13)
    Inicialmente, tinha-se a expectativa de que agenda tivesse início neste sábado (13) Andre Lessa/Estadão Conteúdo

    Stêvão Limanada CNN São Paulo

    O apresentador e pré-candidato à prefeitura de São Paulo José Luiz Datena (PSDB) deve começar os compromissos oficiais da pré-campanha eleitoral na próxima segunda-feira (15), segundo a assessoria de imprensa do partido.

    Inicialmente, tinha-se a expectativa de que a agenda tivesse início neste sábado (13). A data precisou ser adiada por conta de “problemas de saúde familiares” do pré-candidato, de acordo com informações da sigla.

    Apesar de o apresentador ainda não ter feito compromissos de campanha desde que lançou a pré-candidatura, em 13 de junho, a cúpula tucana afirmou que houve diversas reuniões nos últimos dias para organizar o programa de governo e as pautas que serão defendidas.

    O partido também está organizando qual seria o melhor local da capital paulista para ser o primeiro ato público do apresentador. Ventila-se possibilidades como o Mercadão ou o Largo 13 de Maio, segundo apurou a CNN.

    A campanha corre neste momento, também, para organizar a estrutura de profissionais que atuarão no staff do pré-candidato, como jornalistas, publicitários e advogados.

    Com a definição do início dos atos políticos, o PSDB deve se reunir com os partidos que fazem parte da coligação no próximo final de semana para decidir quem será o vice-candidato.

    Para poder atender às regras da Justiça Eleitoral, Datena precisou se afastar das funções na Rede Bandeirantes desde o início de julho.

    Com histórico de recuo em outras tentativas eleitorais, antes mesmo do início da campanha, o apresentador disse que em 2026 será diferente. “Dessa vez, eu vou até o fim”, disse ele ao lançar a pré-candidatura em junho.