Festival Coachella é adiado em sete meses por causa do novo coronavírus

Um dos maiores eventos de música do mundo, que seria realizado nos fins de semana 10 a 12 e 17 a 19 de abril, foi remarcado

Chloe Melas e Sandra Gonzalez Da CNN
11 de março de 2020 às 06:46
O Coachella, um dos maiores festivais de música do mundo, foi adiado em razão do surto do novo coronavírus
Foto: Christopher Polk - 10.mar.2020/ Getty Images North America

O Coahella Valley Music and Arts Festival, um dos maiores festivais de música do mundo, foi adiado em razão da epidemia do novo coronavírus nos Estados Unidos e no mundo. A decisão foi anunciada nessa terça-feira (10) pela produtora do evento.

“Sob a direção do Condado de Riverside e autoridades de saúde locais, infelizmente confirmamos o reagendamento do Coachella e do Stagecoach em razão da preocupação com o COVID-19”, disse, em um comunicado, a Goldenvoice, empresa que produz os dois festivais citados. 

“A decisão surge em um momento de incerteza mundial. Levamos muito a sério a segurança e saúde de nossos convidados, equipe de funcionários e comunidade. Pedimos a todos que sigam as orientações e os protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde pública”, informou.

O Coachella, que estava marcado para os fins de semana 10 a 12 e 17 a 19 de abril, foi remarcado para 9 a 11 e 16 a 18 de outubro. O evento costuma reunir cerca de 100 mil pessoas por dia em Indio, no estado americano da Califórnia.

O Stagecoach, popular festival de música country, que seria relizado entre os dias 24 e 26 de abril, passou para 23 a 25 de outubro.

Mais cedo na terça-feira, duas fontes com conhecimento sobre o assunto já haviam dito à CNN que os organizadores do Coachella cogitavam adiar o evento.

Outros cancelamentos

Os dois festivais, que atraem milhares de turistas, se unem a vários outros - de turnês musicais a conferências - que cancelaram ou adiaram os planos, à medida que o número de casos confirmados do novo coronavírus no mundo segue aumentando.

Na semana passada, o South by Southwest Festival, na cidade de Austin, no Texas, foi cancelado em meio aos temores com a disseminação do vírus.

Rage Against the Machine, Travis Scott e Frank Ocean eram alguns dos headliners que estavam previstos para se apresentar no Coachella. Ainda não se sabe se eles irão ao evento em outubro. Outros artistas que se apresentariam no evento eram Calvin Harris, Big Sean, Charlie XCX, Flume, 21 Savage, Lana Del Rey, Lil Nas X, entre outros.

Já no Stagecoach, estavam previstas apresentações de Thomas Rhett, Carrie Underwood e Eric Church. 

Os organizadores do evento afirmaram que os ingressos já adquiridos serão atualizados para as novas datas. Informações sobre reembolso serão divulgadas até sexta-feira (13).