Mãe de Amy Winehouse quer reformular seu legado em um novo documentário

Janis Winehouse fará uma rara aparição pública no documentário 'Amy Winehouse: 10 Years On'

Toyin Owoseje, da CNN
31 de março de 2021 às 18:20 | Atualizado 22 de julho de 2021 às 16:05
Amy Winehouse e sua mãe, Janis Winehouse
Amy Winehouse e sua mãe, Janis Winehouse
Foto: Peter Macdiarmid/Getty Images for NARAS

A mãe de Amy Winehouse está aproveitando a chance de recuperar a história da filha, participando de uma produção da BBC para marcar o 10º aniversário da morte da polêmica cantora. Em um documentário para a BBC Two intitulado "Amy Winehouse: 10 Years On", Janis Winehouse fará uma rara aparição pública para oferecer sua perspectiva sobre a vida e o legado altamente divulgados de sua filha.

Winehouse foi encontrada morta em sua casa no norte de Londres em 23 de julho de 2011, aos 27 anos. Ela lutou contra o uso indevido de álcool e drogas por vários anos. "Não acho que o mundo conhecesse a verdadeira Amy, aquela que mencionei", disse Janis Winehouse em um comunicado à imprensa sobre o documentário.

"Estou ansiosa pela oportunidade de oferecer uma compreensão de suas raízes e uma visão mais profunda da verdadeira Amy", afirmou. De acordo com o anúncio, Janis - que tem esclerose múltipla - estava motivada a fazer o documentário, pois sua doença ameaça privá-la das memórias de sua filha.

Outros familiares e amigos também irão contribuir para o projeto, que pretende trazer a público “aspectos da vida de Winehouse que, até agora, não se ouviram falar”, informa o comunicado. Anunciado como um "retrato comemorativo e íntimo de um dos mais brilhantes talentos musicais que o Reino Unido já viu", o filme de 60 minutos contará com cenas inéditas e fotos de Winehouse quando for ao ar na BBC Two ainda este ano.

Os editores de contratação Max Gogarty e Rachel Davies disseram no comunicado que o filme também "oferecerá uma reinterpretação da narrativa prevalecente em torno de sua ascensão e queda, contada por aqueles mais próximos a ela."

Winehouse causou um grande impacto na música britânica com seus dois álbuns aclamados pela crítica, "Frank" e "Back to Black". Ela levou para casa cinco prêmios Grammy, incluindo Melhor Álbum Pop Vocal e Melhor Novo Artista, por "Back to Black", e "Rehab", seu single principal, passou 20 semanas nas paradas dos EUA.

O filme "Amy" de 2015, dirigido por Asif Kapadia, ganhou o Oscar de melhor documentário no 88º Oscar.

(Texto em traduzido. Leia o original em inglês aqui).