Pandemia mudou a regra do jogo no Oscar para o streaming, diz crítico de cinema

'Enquanto a Netflix teve 35 indicações, a premiação foi esvaziada em bilheteria', explica Marcelo Forlani

Da CNN, em São Paulo
26 de abril de 2021 às 12:41

O Oscar de 2021 marcou uma quebra de paradigma motivada pela pandemia: se antes os filmes elegíveis para a premiação tinham que ser exibidos por pelo menos sete semanas consecutivas em cinemas de Los Angeles, o fechamentos das salas de projeção por conta da Covid-19 fez com que a Academia mudasse o formato de classificação de filmes para a competição.

Dessa forma, foram elegíveis para o Oscar filmes que estavam programados para serem lançados no cinema mas foram direto para o streaming. A Netflix atingiu a marca de 35 indicações e segundo o crítico de cinema Marcelo Forlani, essa mudança pode mudar a “regra do jogo” no futuro da premiação.

“A tendência com essa mudança é o streaming ganhar força. A Netflix teve 35 indicações, enquanto a Amazon Prime veio forte também. Problema é que essa premiação foi esvaziada em bilheteria, então isso é um aspecto que a academia vai ter que levar em conta na hora de definir o critério de classificação para o prêmio.”