Niterói homenageia Paulo Gustavo com 'aplaudaço' de 5 minutos

A cidade em que o ator e diretor nasceu foi cenário de muitos de seus filmes

Beatriz Puente e Ana Lícia Soares, da CNN, no Rio de Janeiro
05 de maio de 2021 às 20:51 | Atualizado 05 de maio de 2021 às 21:08

 A cidade em que Paulo Gustavo nasceu e foi criado trocou o tradicional um minuto de silêncio por uma salva de palmas para demonstrar todo o carinho e admiração pelo humorista. Das varandas e janelas, o “aplaudaço” durou mais de 5 minutos. Dezenas de pessoas foram para a Orla de Icaraí para aplaudir o humorista, enquanto carros que passavam buzinaram como forma de apoio. A capital também registrou aplausos nos bairros de Leblon, Laranjeiras e Ipanema.

Com mais de 489 mil moradores, Paulo Gustavo fez de Niterói cenário da trilogia “Minha Mãe é uma Peça”. As histórias de Dona Hermínia, personagem inspirada na mãe do ator, foram gravadas em pontos marcantes para os moradores, como o calçadão da praia de Icaraí, o Campo de São Bento e até mesmo a Confeitaria preferida do ator. 

Paulo Gustavo já não morava mais na cidade, mas sempre que estava por lá, adorava a sopa de queijo feita na confeitaria do bairro. O estabelecimento também foi local de gravação para uma cena de ‘Minha Mãe é uma Peça 2’. Ana Lúcia Machado trabalha na confeitaria há sete anos e participou das gravações do filme.

“Ele era uma pessoa muito humilde, uma pessoa do povo, sempre levou Niterói à frente e nunca teve vergonha das suas raízes.”, afirmou.

Em uma banca de jornais próxima do estabelecimento, Danilo Amorim trabalha há 15 anos no local. Ele contou que Paulo Gustavo sempre estava acompanhado da mãe, Dea Lúcia.

“Ele vinha com a mãe dele pra comprar revistas pra ela, batia um papo, tomava um café. Um cara simples, nunca deixou de falar com as pessoas na rua.”, disse Danilo.

O prefeito da cidade, Alex Grael, decretou luto oficial de três dias em homenagem ao ator. Em nota, a prefeitura diz que Paulo Gustavo sempre buscou valorizar a cidade que ele tanto amava em seus trabalhos.

 

“Ele também tinha um grande coração e fazia questão de ajudar instituições como o Projeto Grael e outras ONGs de Niterói.”, escreveu Grael nas redes sociais.

A prefeitura também decidiu fazer uma consulta pública, on-line, para saber se os moradores aprovam que o nome do artista substitua o do coronel Moreira César em uma rua de Icaraí, bairro nobre da cidade. Nas redes sociais do prefeito Alex Grael, muitos moradores apoiam a ideia e outros sugeriram outras formas de homenagear o humorista, como mudar o nome do Theatro Municipal de Niterói para Theatro Paulo Gustavo ou colocar uma estátua do ator caracterizado como a famosa personagem Dona Hermínia no Campo de Boa Viagem.

Paulo Gustavo
Foto: Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo

Internado desde o dia 13 março em decorrência das complicações da Covid, Paulo Gustavo morreu na noite desta terça-feira (4). No último boletim médico, a equipe que cuidou do ator afirmou estar “profundamente consternada” e disse que “em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento”. 

No início da tarde, a assessoria de imprensa de Paulo Gustavo informou que o corpo do ator e diretor será cremado nesta quinta (6), em uma cerimônia restrita a familiares e amigos próximos.