Morre cineasta Maurice Capovilla, o Capô, aos 85 anos

ele é conhecido por obras nacionais como "Bebel, Garota Propaganda" (1968), e "Profeta Fome" (1970)

Nathallia Fonseca, da CNN, em São Paulo
30 de maio de 2021 às 01:36 | Atualizado 30 de maio de 2021 às 04:05
Maurice Capovilla, ator, diretor e roteirista brasileiro
Maurice Capovilla, ator, diretor e roteirista brasileiro
Foto: Reprodução/Facebook

Morreu no sábado (29), aos 85 anos, o diretor de cinema Maurice Capovilla. Nascido na cidade de Valinhos, em São Paulo, ele é conhecido por obras nacionais como "Bebel, Garota Propaganda" (1968), e "Profeta Fome" (1970).

A morte de Capovilla, que também era ator, roteirista e professor, foi confirmada pela esposa Marilia Alvim, nas redes sociais. "Hoje Capô foi dançar no infinito. 1936-2021", escreveu Alvim no Facebook. Ela também publicou que o marido será cremado no domingo.

A causa da morte do cineasta ainda não foi divulgada. Em suas produções, Capô - como era mais conhecido - priorizava expor desigualdades sociais e peculiaridades sobre a cultura do país. O olhar crítico, especialmente durante a década de 1970, rendeu prêmios.