'Brasil é segregado nas estatísticas e comportamentos', diz Laurentino Gomes

No CNN Nosso Mundo, escritor analisou a desigualdade social no Brasil e o que a história nos ensina sobre os dias de hoje

Da CNN, em São Paulo
09 de julho de 2021 às 23:28

CNN Nosso Mundo desta sexta-feira (9) entrevistou o escritor Laurentino Gomes, que analisou a desigualdade social no Brasil e o que a história nos ensina sobre os dias de hoje.  

"Brasil é segregado nas estatísticas e comportamentos "

Laurentino Gomes, escritor


Dados de um relatório da ONG britânica Oxfam com base em pesquisas do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) mostram o tamanho da desigualdade no Brasil. 

Quando falamos sobre concentração de riqueza, apenas seis brasileiros têm guardado a soma do que possui a metade mais pobre da população, mais de 100 milhões de pessoas.

E quando o assunto é a desigualdade entre negros e brancos, o relatório aponta que, mantida a tendência dos últimos 20 anos, os negros só terão equiparação salarial com os brancos em 2089 – 200 anos depois da abolição da escravidão no país.

Segundo diversos estudiosos sobre desigualdade, momentos de pandemia – como a que vivemos hoje – aprofundam ainda mais o abismo das desigualdades sociais. Diante deste cenário, o CNN Nosso Mundo analisa se ainda é possível mudar o curso dessa história. 

De acordo com Gomes, "há um genocídio da população e da cultura negra” no Brasil e, por isso, entre outros fatores, "a questão racial é um tema central neste século" e a história deve ser usada como “ferramenta de construção da identidade".

"O desafio do Brasil é construir uma história plural"

Laurentino Gomes, escritor


Laurentino Gomes é sete vezes ganhador do Prêmio Jabuti de Literatura, e autor dos livros “1808”, sobre a fuga da corte portuguesa de dom João para o Rio de Janeiro; “1822”, sobre a Independência do Brasil; e 1889, sobre a Proclamação da República, além de “O caminho do peregrino”, em coautoria com Osmar Luduvico da Silva.  

Ele é entrevistado por Lia Bock, Thaís Herédia e Rita Wu, e quem comanda a atração é Luciana Barreto. O CNN Nosso Mundo é exibido às sextas-feiras, a partir das 22h30.

CNN está no canal 577 nas operadoras Claro/Net, Sky e Vivo. Para outras operadoras, veja aqui como assistir à CNN. O programa também pode ser assistido ao vivo no site da CNN Brasil.

*Editado por Daniel Fernandes