Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    “Ansiedade era a mesma do Rock in Rio de 85”, diz Bi Ribeiro à CNN em estreia do Paralamas no Lolla

    Em entrevista no backstage do festival após o show, o baixista revelou que o grupo ficou surpreso com a recepção que teve do público jovem

    Paralamas do Sucesso se apresentam no Lollapalooza neste domingo (26)
    Paralamas do Sucesso se apresentam no Lollapalooza neste domingo (26) T4F

    Léo LopesAnne Barbosada CNN

    em São Paulo

    “Agora uma canção provavelmente anterior ao nascimento da maioria de vocês.”

    Essa foi apenas uma da série de referências à idade e memória que o vocalista Herbert Vianna fez durante o show do Paralamas do Sucesso, neste domingo (26), no Lollapalooza Brasil, em São Paulo.

    Com mais de quatro décadas de carreira, o grupo referência nacional da música brasileira radiofônica dos anos 1980 e 1990 estreou no festival da capital paulista somente agora, na décima edição.

    Herbert Vianna durante show do Paralamas do Sucesso no Lollapalooza neste domingo (26).
    Herbert Vianna durante show do Paralamas do Sucesso no Lollapalooza neste domingo (26). / T4F

    Em entrevista à CNN no backstage do festival após o show, o baixista Bi Ribeiro revelou que o grupo ficou surpreso com a recepção que teve do público jovem no festival.

    A apresentação aconteceu no mesmo palco cuja atração principal é a estrela pop catalã Rosalia, que tem um público majoritariamente da geração Z, isto é, pessoas que nasceram quando o Paralamas vivia seu maior sucesso.

    “Imaginamos que um público de muitos jovens talvez não conhecesse muito, mas sentimos uma empatia, um retorno muito grande, maravilhoso, todo mundo cantando as músicas acompanhando. Vieram com a gente na torcida”, comemorou Bi.

    Bi Ribeiro durante show do Paralamas do Sucesso no Lollapalooza neste domingo (26).
    Bi Ribeiro durante show do Paralamas do Sucesso no Lollapalooza neste domingo (26). / T4F

    “Puseram os velhinhos pra suar [risos]”, acrescentou.

    A última estreia do Paralamas do Sucesso em um festival nacional deste porte foi o clássico show na primeira edição do Rock in Rio, em 1985.

    “A gente estava muito nervoso naquele dia. Também eram 4 da tarde, tinha o mesmo sol. A ansiedade e expectativa foi parecida. De chegar e não saber o que vai esperar, o que vai acontecer”, conta Bi.

    “Mas achei sensacional. O público estava com a gente e muitos conheciam as nossas coisas. Fiquei surpreso de verdade. Achei que a gente estaria mais conquistando do que celebrando”, completou.

    Ele ainda brinca como a experiência jogou a favor em comparação ao Rock in Rio: “Hoje em dia a gente toca melhor, se garante mais [risos].”

    Para uma apresentação da faixa das 15h-16h no Lollapalooza, a banda conseguiu juntar um público à sua altura apesar do forte sol e máxima de 33ºC em São Paulo.

    O setlist de uma hora contou majoritariamente com as músicas que vem sendo tocada na turnê “Paralamas Clássicos”, que celebra a história da banda.

    Da abertura com “Vital e sua moto” aos maiores hits do final, como “Uma Brasileira”, “Óculos” e “Meu erro”, Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone guardou o público no bolso.

    De acordo com Bi, os planos agora são, primeiramente terminar a turnê – que era pra ter começado em 2020, mas foi adiada pela pandemia – para, em seguida, compor um novo álbum.

    “É o que nos motiva artisticamente. Não ficar só tocando as mesmas coisas”, afirmou Bi, que, apesar de dizer que já “tem muitas ideias” para o novo disco, não deu maiores spoilers.