Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Beyoncé: veja álbuns mais buscados após lançamento de “Cowboy Carter”

    Cantora norte-americana lançou seu último álbum no dia 29 de março; disco é um passeio pelo universo country

    Beyoncé lançou seu novo álbum "Cowboy Carter" em que explora o gênero country e o mistura com outros
    Beyoncé lançou seu novo álbum "Cowboy Carter" em que explora o gênero country e o mistura com outros Reprodução/Instagram

    Flávio Ismerimda CNN

    “Renaissance”, “Dangerously in Love” e “Lemonade” foram os três álbuns da Beyoncé que mais apresentaram crescimento nas buscas Google no Brasil após o lançamento de “Cowboy Carter”, conforme aponta o levantamento da CNN feito no Google Trends.

    O mais recente disco da cantora norte-americana é um passeio pelo country com direito a experimentações em outros gêneros, como o próprio funk carioca, e foi lançado no dia 29 de março. Nessa data, o “Renaissance”, primeiro álbum do conjunto de três atos anunciado pela texana que tem o “Cowboy Carter” como segundo ato, obteve seu pico de buscas.

    A partir deste dia, outros álbuns apresentaram um crescimento relevante nas buscas, como “Lemonade”, o antecessor de “Renaissance”, e “Dangerously in Love”, álbum de estreia de Beyoncé.

    Veja abaixo o histórico dos últimos 30 dias de buscas dos álbuns da cantora no Google no Brasil. “Renaissance” é o roxo, “Dangerously in Love” é o azul, “I Am… Sasha Fierce” é o vermelho, “Beyoncé” é o amarelo e “Lemonade” é o verde.

    Histórico de buscas dos álbuns da Beyoncé no Google nos últimos 90 dias no Brasil
    Histórico de buscas dos álbuns da Beyoncé no Google nos últimos 30 dias no Brasil / Reprodução/Google Trends

    As buscas por “Renaissance” foram impulsionadas justamente pela conexão dos álbuns em um só projeto. “Cowboy carter”, “beyonce corboy carter” e “metacritic cowboy carter” se destacam na lista dos termos em ascensão entre as pesquisas relacionadas ao disco de 2022 que ganhou turnê e filme.

    Buscas relacionadas ao álbum "Renaissance" da Beyoncé no Google no Brasil nos últimos 30 dias
    Buscas relacionadas ao álbum “Renaissance” da Beyoncé no Google no Brasil nos últimos 30 dias / Reprodução/Google Trends

    No caso do “Lemonade”, o vínculo do álbum com “Cowboy Carter” é estabelecido pela música “Daddy Lessons”, que aparece na oitava colocação das pesquisas relacionadas ao disco lançado em 2016.

    Foi cantando essa música que Beyoncé estreou no country, gênero marcante do “Cowboy Carter”. Na época, ela até tentou inscreveu a música nas categorias do gênero no Grammy Awards, mas foi rejeitada pela academia.

    Beyoncé cantou essa música com os Chicks no CMA Awards de 2016, e mais tarde recebeu reações racistas. “As críticas que enfrentei quando entrei neste gênero me forçaram a superar as limitações que foram impostas a mim”, escreveu dias antes do lançamento do último álbum.

    Buscas relacionadas ao álbum "Lemonade" da Beyoncé no Google no Brasil nos últimos 30 dias
    Buscas relacionadas ao álbum “Lemonade” da Beyoncé no Google no Brasil nos últimos 30 dias / Reprodução/Google Trends

    Não há ligação que relacione o aumento de buscas do álbum “Dangerously in Love” ao lançamento de “Cowboy Carter”. O disco de estreia de Beyoncé apresenta, no entanto, uma curiosidade: ele é o único álbum antigo da cantora a liderar o interesse de busca em um estado brasileiro. No Espírito Santo, ele aparece na frente, empatado com o “Renaissance”, com 42%.

    Veja abaixo quais são os estados com mais interesse de busca em cada um dos cinco álbuns:

    • “Dangerously in Love”: Alagoas (49%), Espírito Santo (42%), Minas Gerais (39%), Bahia (38%) e Mato Grosso do Sul (35%);
    • “I Am Sasha Fierce”: Rio Grande do Norte (14%), Paraná (8%), Rio Grande do Sul (5%), Bahia (4%) e Ceará (3%);
    • “Beyoncé”: Rio Grande do Sul (8%), Paraná (5%), Bahia (2%), Pernambuco (2%) e Minas Gerais (1%);
    • “Lemonade”: Santa Catarina (20%), Paraná (19%), Rio de Janeiro (18%), Sergipe (18%) e Rio Grande do Sul (18%).
    • “Renaissance”: Rondônia (100%), Pernambuco (79%), Ceará (78%), Goiás (69%) e Piauí (68%).